• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Goleiro Wilson brilha e Coritiba empata sem gols com a Ponte Preta

Esportes

Goleiro Wilson brilha e Coritiba empata sem gols com a Ponte Preta

No dia em que se tornou o sexto goleiro que mais defendeu o Coritiba, Wilson foi determinante para que o time paranaense não fosse surpreendido no estádio Couto Pereira. Com grandes defesas do camisa 1, ficou no 0 a 0 com a Ponte Preta, na noite deste sábado, em Curitiba, pela 18ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

O veterano fez quatro grandes defesas e evitou a primeira derrota do Coritiba como mandante na Série B. Um motivo a mais para comemorar a sua marca de 176 jogos, superando a Rafael, campeão brasileiro em 1985.

O empate, no entanto, não foi bom para nenhum dos times. Isto porque os paranaenses seguem em quinto lugar, com 28 pontos, mesma pontuação do Avaí, ficando fora do G4, no saldo de gols (10 a 3). A Ponte chegou ao terceiro jogo sem vencer e é a décima colocada, com 25 pontos. Mas se recuperou de duas derrotas, para Figueirense e Juventude.

O time paranaense começou dando indícios de que iria para cima dos paulistas e assustou logo aos oito minutos em finalização de Vitor Carvalho, que desviou em Léo Santos. Os visitantes responderam na mesma moeda com Igor Vinícius. Após boa troca de passes, o lateral surgiu de cara para o gol e finalizou. Antes de a bola chegar em Danilo Barcelos, a defesa do Coritiba apareceu para afastar o perigo dentro da pequena área.

Pelos lados do campo, a Ponte encontrou espaço para dominar a partida, incomodar o Coritiba e o fazer o goleiro Wilson trabalhar bastante na sequência do primeiro tempo. Aos 28 minutos, foi a vez de Ruan receber dentro da área e finalizar, parando no goleiro paranaense. Logo em seguida, ele pegou cabeçada de André Luis à queima-roupa. Ainda no primeiro tempo, o time campineiro parou no goleiro mais uma vez, desta vez com Júnior Santos.

O Coritiba voltou com Nathan e Chiquinho como novidades para tentar mudar o panorama da partida, mas o começo do segundo tempo reservou um momento de pouca qualidade dos dois lados. Leandro Silva se atrapalhou na hora do corte e deixou para Danilo Barcelos dentro da área. No que tentou adiantar a bola, o meia da Ponte pisou na bola e retribuiu a gentileza da defesa da casa.

O tempo foi passando no segundo tempo e o Coritiba não conseguiu imprimir o ritmo que gostaria com as substituições. Assim como na primeira etapa, a Ponte foi encontrando espaço e encurralou o adversário em certos momentos. Desta forma, as vaias começaram a aparecer e enervaram ainda mais os donos da casa, que seguiram errando passes em todos os setores do campo.

A boa oportunidade de marcar veio aos 24 minutos em finalização de fora da área de Yan Sasse, que tirou tinta da trave de Ivan. A resposta da Ponte veio na mesma moeda, em chute forte de André Luís, que Wilson teve dificuldades para segurar.

Pelo lado esquerdo, a Ponte encontrou novamente caminho para avançar. João Vitor e Ruan conseguiram chegar com qualidade pelo setor, mas não tiveram qualidade e desperdiçaram boas chances. No final, o Coritiba tentou fazer pressão, mas o empate persistiu.

Os dois times encerram o primeiro turno da Série B no próximo sábado. Às 16h30, o time paranaense encara o Fortaleza, no Castelão, no Ceará. Os campineiros recebem o Avaí, às 19 horas, na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara. Cumprem o segundo jogo de perda de mando imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

FICHA TÉCNICA:

CORITIBA 0 X 0 PONTE PRETA

CORITIBA - Wilson; Leandro Silva, Romércio, Rafael Lima e William Matheus (Chiquinho); Vitor Carvalho, Uillian Correia, Yan Sasse (Jean Carlos) e Alisson Farias (Nathan); Guilherme Parede e Jonatas Belusso. Técnico: Eduardo Baptista.

PONTE PRETA - Ivan; Igor, Léo Santos, Renan Fonseca e Ruan; Nathan, João Vitor (Felipe Saraiva), Paulinho (André Castro) e Danilo Barcelos (Neto Costa); André Luís e Júnior Santos. Técnico: João Brigatti.

CARTÕES AMARELOS - Romércio (Coritiba); João Vitor (Ponte Preta).

ÁRBITRO - Caio Augusto Vieira (RN).

RENDA - R$ 133.442,00.

PÚBLICO - 9.223 pagantes (9.550 no total).

LOCAL - Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).