• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Malcom passa em exames médicos e viaja aos EUA para pré-temporada do Barcelona

Esportes

Malcom passa em exames médicos e viaja aos EUA para pré-temporada do Barcelona

O ex-jogador do Corinthians foi contratado junto ao Bordeaux, da França, por 41 milhões de euros (cerca de R$ 180 milhões), mais um milhão em variáveis de acordo com o desempenho do atleta

O atacante brasileiro Malcom, anunciado na última terça-feira como novo reforço do Barcelona, teve um dia cheio nesta quarta com a realização de exames médicos e a viagem aos Estados Unidos, onde o clube faz a sua pré-temporada. O ex-jogador do Corinthians foi contratado junto ao Bordeaux, da França, por 41 milhões de euros (cerca de R$ 180 milhões), mais um milhão em variáveis de acordo com o desempenho do atleta.

Malcom passou toda a manhã realizando exames médicos na cidade da Catalunha. Primeiro, o atacante brasileiro realizou uma bateria de provas na Cidade Esportiva Joan Gamper e seguiu para o Hospital de Barcelona. Lá, completou o check-up médico e foi incorporado de vez ao elenco com a aprovação nos testes.

À tarde, o jogador seguiu para Portland, nos Estados Unidos, onde o Barcelona fará alguns treinamentos na sede de sua fornecedora de material esportivo. Neste sábado, em Los Angeles, disputará a primeira partida pela pré-temporada - contra o Tottenham, da Inglaterra, pela International Champions Cup, um torneio amistosos com a presença de grandes clubes da Europa.

Na última terça-feira, Malcom já deu as suas primeiras declarações como jogador do Barcelona e disse que está realizando um sonho de criança e que espera "dar alegria aos torcedores". Mas a sua contratação pelo clube espanhol está provocando polêmica porque inicialmente o brasileiro tinha um acordo para se transferir para a Roma.

Diretor de futebol do clube italiano, Monchi explicou na última terça-feira a reviravolta que se deu no caso de Malcom. Em entrevista ao site oficial do clube italiano, o dirigente revelou que foi contra o anúncio precoce do acordo desde o início - feito na segunda pelos romanos e pelo Bordeaux - e que evidentemente foi surpreendido quando o Barcelona "atravessou" o negócio, mas que desistiu do brasileiro no momento em que "a negociação se tornou um leilão".