• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

No Maracanã, Flamengo goleia Sport por 4 a 1 e segue líder do Brasileirão

Esportes

No Maracanã, Flamengo goleia Sport por 4 a 1 e segue líder do Brasileirão

No Maracanã lotado, Flamengo fez 4 a 1 no Sport, com gols de Réver, Paquetá e Éverton Ribeiro, mantendo a diferença de dois pontos para o São Paulo

Do R7.

Diante de quase 60 mil torcedores, o Flamengo venceu o Sport por 3 a 1 neste domingo (29), no Maracanã, garantindo a liderança isolada do Brasileirão nessa 16ª rodada.

Depois de sair na frente do placar com o zagueiro Réver, aos 14 minutos do primeiro tempo, o Flamengo foi surpreendido no final da primeira etapa, quando levou um gol de cabeça de Cláudio Winck aos 43 minutos.

Na segunda etapa, porém, o Flamengo precisou de apenas cinco minutos para marcar dois gols e garantir a boa vitória, com gols de Lucas Paquetá e Éverton Ribeiro.

No intervalo da partida, o Flamengo aproveitou para apresentar seu novo reforço, o atacante Vitinho, que estava no CSKA Mouscou-RUS.

Primeiro tempo

Com Guerrero no banco e Uribe e Marlos Moreno no ataque, o Flamengo começou a partida dominando o Sport. Com mais posse de bola e mais volume de jogo, o time carioca usou o fator casa e praticamente não deu chances à equipe pernambucana, que vinha de seis jogos sem vitória na competição. 

Aos 14 minutos, depois de já ter criado algumas chances, o Flamengo abriu o placar com o zagueiro Réver, que aproveitou uma sobra após escanteio de Diego para fazer 1 a 0. Tranquilo em campo, o rubro-negro quase ampliou depois aos 19, com Cuéllar, aos 19 minutos.

Depois disso, porém, o time de Maurício Barbieri parou de criar chances claras de gol e no final da primeira etapa acabou surpreendido. Aos 43 minutos, após um contra-ataque, Marlone encontrou Cláudio Winck na área e deu um passe preciso para o lateral, de cabeça, empatar o jogo.

No intervalo da partida, o Flamengo aproveitou para apresentar o atacante Vitinho, que chegou neste domingo ao Rio de Janeiro. O ex-jogador do CSKA Moscou entrou em campo com a camisa 14 e acenou para o torcedor no gramado do Maracanã.

Segundo tempo

Com o gol sofrido e vendo o São Paulo em vantagem sobre o Cruzeiro, o Flamengo voltou do intervalo com todo gás, buscando a vitória. Assim, diante de um frágil adversário, não demorou para alcançar o segundo gol. Logo aos 3 minutos, Renê lançou na área, Uribe ajeitou de cabeça e Lucas Paquetá, com frieza, fez 2 a 1.

Em seguida, aos 5 minutos, Marlos Moreno, num rápido ataque, abriu para Éverton Ribeiro, que limpou o zagueiro e bateu colocado no ângulo de Magrão para fazer Flamengo 3 a 1.

Muito superior em campo, o Flamengo não diminuiu o ritmo e seguiu em busca do gol. Assim, aos 18 minutos, conseguiu transformar a vitória em goleada. Após passe de Éverton Ribeiro, Uribe ajeitou no peito e mandou para o gol. O chute saiu fraco, mas quicou no gramado e enganou o goleiro Magrão, que falhou no lance.

Próximos jogos

Líder do Brasileirão, o Flamengo terá nos próximos dias dois confrontos contra o Grêmio, ambos em Porto Alegre. Na próxima quarta-feira (1), pela Copa do Brasil. Já no sábado (4), pela 17ª rodada do Brasileirão. Já o Sport, que não vence há sete rodadas, terá a Chapecoense, domingo (5), em casa, pelo frente no Brasileirão.

Ficha técnica

29/7 – MARACANÃ (RIO DE JANEIRO-RJ)

FLAMENGO 4 x 1 SPORT

Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP); Renda: R$ 1.506.319,60; Público: 58 817; Gols: Réver 14 e Cláudio Winck 43 do 1º; Lucas Paquetá 3, Éverton Ribeiro 5 e Uribe 18 do 2º; Cartões amarelos: Léo Duarte (Flamengo); Raul Prata (Sport)

FLAMENGO: Diego Alves, Rodinei, Réver, Léo Duarte e Renê; Cuéllar, Éverton Ribeiro (Geuvânio 28 do 2º), Diego (Guerrero 28 do 2º) e Lucas Paquetá; Marlos Moreno (Jean Lucas 32 do 2º) e Uribe. Técnico: Maurício Barbieri

SPORT: Magrão, Raul Prata (Cláudio Winck 21 do 1º), Léo Ortiz, Ronaldo Alves e Sander; Deivid (Ferreira 31 do 2º), Fellipe Bastos, Gabriel, Michel Bastos (Carlos Henrique 24 do 2º) e Marlone; Rafael Marques. Técnico: Claudinei Oliveira