• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Para Gilberto, Fluminense precisa encaminhar vaga na Sul-Americana no jogo de ida

Esportes

Para Gilberto, Fluminense precisa encaminhar vaga na Sul-Americana no jogo de ida

O Fluminense teve sua primeira derrota no Campeonato Brasileiro após a pausa para a Copa do Mundo no último sábado, ao perder para o Ceará por 1 a 0.


O lateral-direito Gilberto minimizou a derrota do Fluminense no último sábado no Campeonato Brasileiro e disse que o foco do elenco já está na Copa Sul-Americana. Na quarta-feira, a equipe receberá o Defensor, às 21h45, no Maracanã, no jogo de ida da segunda fase do torneio.

"Em uma competição como a Sul-Americana tem que fazer o melhor resultado possível em casa, pois sabemos que na casa deles também vamos sofrer pressão. Espero que o torcedor venha, nos apoie, pois vamos dar o melhor dentro de campo para conseguir o resultado aqui", destacou o atleta.

O Fluminense teve sua primeira derrota no Campeonato Brasileiro após a pausa para a Copa do Mundo no último sábado, ao perder para o Ceará por 1 a 0. Antes disso, foram sete pontos somados em três jogos. Gilberto minimizou o tropeço.

"É a rotina normal do futebol. É um campeonato completamente diferente, contra um time estrangeiro, um outro tipo de competição. Então, tem que esquecer o que passou no sábado, o resultado ruim que a gente teve e focar totalmente na Sul-Americana", disse.

O jogador destacou os reforços que a equipe terá na Sul-Americana com a inscrição do zagueiro Digão e do atacante Júnior Dutra. "Ganhamos experiência. Muito importante, ainda mais para o treinador que consegue reforçar a equipe com os jogadores novos que chegaram", disse.

Desde que Marcelo Oliveira assumiu a equipe, após a pausa da Copa do Mundo, o Fluminense mudou o esquema tático de três zagueiros para uma linha de quatro defensores. Gilberto admitiu que a troca dificulta um pouco mais seu apoio ao ataque.

"A liberdade não é a mesma de quando jogava quase como um ponta. Favorecia minha parte ofensiva, que é uma das minhas melhores qualidades. Mas, como lateral, jogar na linha defensiva é bom. Poucas equipes jogam com três zagueiros e para mim é importante para estar o mais habituado possível", opinou.

Para o lateral, a equipe do Fluminense, apesar de ter mudado bastante desde o início do ano, está entrosada. "Conseguimos pontos importantes e acabou vindo essa primeira derrota depois da parada para a Copa, mas acredito que foi mais pelo cansaço do jogo de quinta-feira, de já ter que jogar no sábado, acho que esse foi o que mais pesou", finalizou.