• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Sánchez exalta história do Santos e celebra contato com Pelé: 'É um luxo'

Esportes

Sánchez exalta história do Santos e celebra contato com Pelé: 'É um luxo'

O Santos apresentou nesta terça-feira o meio-campista Carlos Sánchez, que assinou contrato até junho de 2021 e vai se apresentar para os treinamentos em seu novo clube na próxima segunda-feira. O uruguaio, que disputou a última Copa do Mundo por sua seleção, pertencia ao Monterrey, que aceitou oferta no valor de US$ 1 milhão (cerca de R$ 3,5 milhões) para liberar o jogador seis meses antes de o vínculo dele se encerrar.

"Sempre foi um sonho poder vir jogar em uma equipe tão competitiva e histórica quanto essa. Desejo sempre estar à altura e dar o melhor de mim", disse Sánchez em coletiva de imprensa concedida nesta terça-feira, no Business Center do Santos, em São Paulo. Quem recepcionou o meio-campista, por meio do Twitter, foi Pelé.

"Eu gostaria de dar as boas-vindas a Carlos Sánchez e Bryan Ruiz. Vocês estão vestindo uma das mais importantes camisas da história do futebol. Eu espero que ajudem a escrever gloriosos novos capítulos no Santos", escreveu o maior jogador da história do clube, que aproveitou para mencionar o meia costarriquenho, apresentado na semana passada. "Muito obrigado, Rei! Estou muito orgulhoso por vestir essa camisa!", respondeu o uruguaio, também pela rede social.

Sánchez admitiu a surpresa pela recepção, que considerou um "luxo". "Felicidade. Não esperava, eu fiquei muito surpreso, para o bem. É um luxo. Gostei muito de ter contato com um rei, como é Pelé. Muita emoção", disse Sánchez, que vestirá um número, seja o 7 ou o 13, escolhido por torcedores do Santos, que poderão votar por meio de uma enquete disponibilizada nas redes sociais do clube.

Ao lado do reforço na coletiva, o presidente do clube, José Carlos Peres, comemorou as recentes contratações. "Estamos apresentando o segundo jogador de seleção e que disputou a última Copa do Mundo. O Sánchez teve uma passagem brilhante pelo River Plate, todos se lembram, e pelo Monterrey também. Com muita alegria, nós o apresentamos com a certeza de que estamos reforçando nossa equipe, para que tenhamos uma sequência brilhante, não só no Brasileirão, mas também na Copa do Brasil e na Copa Libertadores", disse Peres.

SAÍDA DO TREINADOR - O presidente do Santos aproveitou para explicar os motivos da demissão do técnico Jair Ventura, comunicada pelo clube nesta segunda-feira. "Nós marcamos dois amistosos em julho e mais dois jogos ocorreram pelo Brasileirão. São quatro. Você tem de ouvir a torcida, os conselheiros e o comitê gestor. O Jair é uma ótima pessoa, jovem, será um dos melhores do Brasil. Ele teve uma passagem até que boa, mas no Brasileiro não alavancou", disse.

Sobre o próximo técnico, Peres prometeu rapidez. "Em breve. Estamos negociando com alguns nomes, mas a intenção do clube é de que seja o mais rápido possível. Não gosto de falar de nomes antes de conversar com o Ricardo Gomes. Ele vai escolher o treinador e vai levar para o comitê gestor homologar", afirmou o presidente, fazendo referência ao executivo de futebol do Santos.