• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

São Bento derrota Atlético-GO e confirma reação na Série B

  • COMPARTILHE
Esportes

São Bento derrota Atlético-GO e confirma reação na Série B

O São Bento segue em recuperação na Série B do Campeonato Brasileiro. Depois de enfrentar uma longa sequência sem vencer, conseguiu um importante resultado diante do Atlético-GO no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP). O zagueiro Anderson Salles e o meia Diogo Oliveira garantiram a vitória por 2 a 1 nesta 18ª rodada. O zagueiro Oliveira descontou para os goianos, aos 44 minutos do segundo tempo.

Com o resultado, o time paulista chegou à segunda vitória consecutiva e já aparece com 24 pontos, agora mais distante da zona de rebaixamento. Do outro lado, o Atlético-GO segue distante do G4, a zona de acesso à primeira divisão. O clube vinha de sete jogos sem perder, com três empates e quatro vitórias, e dependia apenas de si para dormir entre os líderes. Com a derrota, segue com 27 pontos.

Em um primeiro tempo morno, o São Bento conseguiu abrir o placar logo aos sete minutos. Usando a velocidade, Dudu Vieira botou na frente e tentou ganhar da marcação, mas acabou derrubado pelo volante Pedro Bambu dentro da grande área. O árbitro marcou a penalidade máxima, convertida por Anderson Salles. O zagueiro bateu bem, deslocou o goleiro Jefferson e mandou no canto esquerdo, sem chances para o adversário.

A primeira finalização do Atlético-GO só foi acontecer aos 27 minutos, quando Renato Kayser arriscou uma cobrança de falta do meio da rua e viu o goleiro Rodrigo Viana defender em dois tempos. Com a vantagem no placar, o São Bento recuou e tentou administrar o resultado, mas também criou muito pouco no campo ofensivo. No lance mais claro, Cléo Silva driblou a marcação e criou um belo contra-ataque, mas errou na finalização aos 46 minutos.

Se faltou emoção no começo, aos poucos o jogo foi esquentando. Marquinho Santos tirou o volante Doriva e apostou na entrada de Diogo Oliveira, para ganhar mais velocidade na transição. O São Bento passou a criar bem mais, só que também desperdiçou muitas oportunidades. Com oito minutos, Branquinho recebeu pela direita e tentou um cruzamento na segunda trave, mas acabou mandando pela linha de fundo.

Depois, com 13, Diogo Oliveira começou mais uma jogada e tabelou com Cléo Silva no meio. Ele recebeu de volta na entrada da grande área e arriscou a finalização, mas jogou também para fora.

Em seguida, aos 15, foi a vez de Fábio Bahia receber pela direita, avançar com liberdade e arriscar a finalização, mas mais uma vez por cima da meta defendida pelo goleiro Jefferson. Depois de tanto insistir, o São Bento finalmente balançou as redes aos 25 minutos.

Em outra boa trama no ataque, Joãozinho foi esperto, acompanhou a movimentação e rolou de calcanhar para Diogo Oliveira, que ficou frente a frente com o gol e jogou no cantinho, sem chances para o adversário. Acuado, o Atlético-GO passou a se soltar um pouco, mas não conseguia encontrar espaço para buscar uma reação. O time de Cláudio Tencati apostava muito nas jogadas pelo meio, facilitando a vida dos marcadores.

Antes do apito final, aos 44 minutos, o time goiano teve um escanteio pela esquerda e Tomas Bastos cobrou com excelência. Oliveira disputou com Dudu Vieira dentro da área e a bola pegou força, bateu no travessão e morreu no fundo das redes de Rodrigo Vianna.

Já na terça-feira, o Atlético-GO entra em campo contra o Paysandu no estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia (GO), às 21h30. O São Bento ganha um tempo para trabalhar e só tem compromisso marcado no sábado, às 16h30, contra o Vila Nova no Serra Dourada, também em Goiânia, pela 19ª rodada.

FICHA TÉCNICA:

SÃO BENTO 2 x 1 ATLÉTICO-GO

SÃO BENTO - Rodrigo Viana; Tony, Everton Páscoa (Luizão), Anderson Salles e Paulinho; Fábio Bahia, Doriva (Diogo Oliveira) e Dudu Vieira; Cléo Silva, Ricardo Bueno e Branquinho (Joãozinho). Técnico: Marquinhos Santos.

ATLÉTICO-GO - Jefferson; Alisson, Lucas Rocha, Oliveira e Bruno Santos; Rômulo, Pedro Bambu e João Paulo (Tomas Bastos); André Luís (Júlio César), Júnior Brandão e Renato Kayser (Denilson). Técnico: Cláudio Tencati.

GOLS - Anderson Salles, aos sete minutos do primeiro tempo. Diogo Oliveira, aos 25, e Oliveira, aos 44 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Tony, Paulinho e Diogo Oliveira (São Bento); Renato Kayser (Atlético-GO).

ÁRBITRO - Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE).

RENDA - R$ 34.840,00.

PÚBLICO - 2.347 pagantes (2.538 no total).

LOCAL - Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP).