• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

São Paulo recebe o Corinthians no Morumbi e tenta comprovar evolução

Esportes

São Paulo recebe o Corinthians no Morumbi e tenta comprovar evolução

É hora de o São Paulo mostrar que voltou aos trilhos. O sentimento da torcida pode ser comprovado na compra antecipada de 52 mil ingressos para o clássico deste sábado, pela 14.ª rodada do Campeonato Brasileiro, às 21 horas, no Morumbi, com o Corinthians. Para os são-paulinos, o confronto com seu maior rival ocorre no momento em que o cenário é propício para a equipe assumir sua condição na disputa, de time que finalmente brigará por uma conquista.

O São Paulo reencontra sua torcida após mais de 30 dias longe por causa da parada do Brasileirão por causa da disputa da Copa do Mundo. Na retomada da competição, no meio da semana, o time foi ao Rio e arrancou vitória diante do Flamengo, líder do Nacional.

Isso empolgou o são-paulino, que pode ver sua equipe na ponta da tabela ainda neste sábado. Em alta, o São Paulo acredita que tem condições de dar mais alegria ao seu torcedor, tanto que só perdeu apenas uma vez em 13 rodadas. Se o Flamengo não vencer o Botafogo neste sábado e o São Paulo ganhar, o time do Morumbi assume a ponta do Brasileirão.

Uma vitória sobre o Corinthians também pode marcar a consolidação dos avanços que o treinador uruguaio Diego Aguirre fez no time. É outro São Paulo desde sua chegada. O clima entre os atletas é de muito otimismo.

"Nossa equipe está evoluindo no momento certo", analisou o volante Hudson. "Estamos no caminho correto para ter um time competitivo neste segundo semestre." O São Paulo soma 26 pontos em 13 partidas.

O Corinthians também venceu na retomada do Nacional - 2 a 0 sobre o Botafogo - e isso trouxe alívio ao técnico Osmar Loss, que teve dificuldades em seu início de trabalho no clube. No Morumbi, com todo mundo contra - no futebol paulista, os clássicos são com torcida única, ele terá um bom teste após a parada da Copa do Mundo.

O volante Gabriel defende que o Corinthians não mude seu jeito de jogar pelo fato de chegar a um clássico em posição intermediária na tabela - é o oitavo colocado. "Temos uma característica traiçoeira. Damos a bola ao rival, mas é uma posse mentirosa. É um posicionamento tático que o Corinthians vem implementado há alguns anos."