• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Vasco perde para a LDU na altitude em Quito e se complica na Sul-Americana

  • COMPARTILHE
Esportes

Vasco perde para a LDU na altitude em Quito e se complica na Sul-Americana

O Vasco perdeu por 3 a 1 para a LDU nesta quarta-feira, em Quito, no Equador, e se complicou na segunda fase da Copa sul-americana. O time carioca sofreu nos 2,8 mil metros de altitude na casa do adversário e agora precisa de um triunfo por pelo menos dois gols de diferença no jogo de volta, dia 9 de agosto, em São Januário, para avançar às oitavas de final.

Depois de um péssimo primeiro tempo, quando desceu para o vestiário perdendo por 2 a 0, o time carioca teve um lampejo de bom futebol no início da etapa final, quando conseguiu o gol de honra, anotado por Thiago Galhardo, de pênalti. No entanto, um vacilo na marcação nos minutos finais possibilitou que a equipe equatoriana ampliasse a vantagem no marcador.

Sem três titulares - Yago Pikachu, Breno e Leandro Desábato foram poupados -, o time carioca começou a partida completamente desorientado. Um pouco pela altitude, já que o atacante Thiago Galhardo sentiu tontura logo no início e recebeu atendimento médico. Mas os jogadores também demonstraram falta de atenção e levaram dois gols.

A LDU pressionou no início e abriu o placar aos sete minutos. Após rápida troca de passes, Quintero cruzou da direita e Anangonó, livre no meio da área, bateu colocado para as redes. A equipe equatoriana seguiu em cima do Vasco e acertou o travessão após desviou de cabeça de Salaberry.

Sem poder de reação, o Vasco viu o adversário ampliar após mais uma falha. Se a marcação foi desatenta no primeiro gol, agora foi a vez de Ricardo Graça se atrapalhar com a bola pelo lado esquerdo e perder a disputa para Quintero, que cruzou para a área. Jhojan Julio chutou, Martín Silva espalmou e na sobra ele próprio mandou para as redes.

Na etapa final, Jorginho deixou a equipe mais ofensiva com a entrada a entrada de Andrés Ríos na vaga Giovanni Augusto. A LDU também se encolheu um pouco por conta da vantagem no marcador e viu a equipe carioca diminuir o placar.

Aos sete minutos, Kelvin invadiu a área e foi derrubado por Guerra. Pênalti, que Thiago Galhardo foi para a cobrança e fez. O gol fora de casa deixava o Vasco em melhor situação no torneio. Por isso, a LDU acordou e voltou a pressionar.

Anangonó cabeceou para boa defesa de Martín Silva. Na sequência, Guerrero bateu cruzado e a bola saiu rente à trave. O Vasco não conseguia impor o ritmo e viu ainda o volante Orejuela, ex-Fluminense criar boa chance pela direita. Ele tentou cruzar, a zaga afastou. A bola voltou para os pés do meio-campista, que bateu por cima.

De tanto insistir, a LDU ampliou o marcador aos 42 minutos da etapa final. Chalá cruzou da esquerda e Anangonó cabeceou para as redes. O Vasco não teve forças para buscar mais um gol e agora tentará vencer por pelo menos 2 a 0 em São Januário.

Antes do duelo de volta contra a LDU, o Vasco tem duas duras partidas pelo Campeonato Brasileiro. No próximo domingo, enfrentará o Corinthians no estádio Mané Garrincha, em Brasília, pela 16ª rodada. No outro domingo, dia 5, visitará o São Paulo, no Morumbi.

FICHA TÉCNICA:

LDU 3 x 1 VASCO

LDU - Gabbarini; Quintero, Franklin Guerra, Salaberry e Chalá; Orejuela, Vega (Gastón Rodriguez), Anderson Julio, Jhojan Julio (Jonathan Borja) e Fernando Guerrero; Anangonó. Técnico: Pablo Repetto

VASCO - Martín Silva; Luiz Gustavo, Oswaldo Henríquez, Ricardo e Henrique; Andrey, Bruno Cosendey (Raul), Kelvin (Paulo Vitor), Giovanni Augusto (Andrés Ríos) e Wagner; Thiago Galhardo. Técnico: Jorginho.

GOL - Anangonó, aos 7, e Jhojan Julio, aos 19 minutos do primeiro tempo; Thiago Galhardo, aos 8, e Anangonó, aos 42 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Juan Soto (VEN)

CARTÕES AMARELOS - Ricardo Graça (Vasco) e Fernando Guerrero (LDU).

PÚBLICO e RENDA - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Rodrigo Paz Delgado, em Quito (EQU).