• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Vettel diz que 'não vai perder o sono' por erro que o tirou do GP da Alemanha

Esportes

Vettel diz que 'não vai perder o sono' por erro que o tirou do GP da Alemanha

O erro que tirou Sebastian Vettel do GP da Alemanha de Fórmula 1, neste domingo, quando ele estava na liderança e muito perto da vitória, não fará o piloto "perder o sono". O alemão minimizou o abandono da corrida, mas reconheceu que ficou frustrado com a falha individual que fez o carro da Ferrari deslizar na pista molhada pela chuva e bater na barreira de proteção.

"Não acho que foi um grande erro", opinou Vettel, para depois admitir a frustração. "Causou, sim, um grande impacto na corrida porque nós abandonamos. Mas isso não quer dizer que vou perder o sono por causa disso porque o que fiz foi errado. É frustrante porque tudo até aquela altura era muito bom. Nós não precisávamos da chuva", disse.

Vettel fez a pole no circuito de Hockenheim e liderava a corrida até a 52ª volta, na qual perdeu o controle do carro, invadiu a brita e bateu na proteção de pneus. Ele manteve os pneus secos mesmo com a pista molhada em alguns trechos em razão da chuva, que começou a cair na 46ª volta.

Além de ter de abandonar a prova, Vettel viu o rival Lewis Hamilton, que largou em 14º, cruzar a linha de chegada em primeiro. O resultado fez com que o piloto inglês "roubasse" a liderança do Mundial de Pilotos de Vettel. Agora, Hamilton, da Mercedes, tem 188 pontos, 17 a mais que o alemão, segundo colocado.

Vettel pediu desculpas à equipe pela falha que cometeu e, apesar do domingo frustrante, garantiu que segue confiante para o restante da temporada.

"Nós temos um carro muito forte e estou confiante, mais confiante do que qualquer um", garantiu. "Foi um fim de semana muito positivo, mas teve esse momento, um erro meu. Apenas quero me desculpar com a equipe, eles (integrantes do time italiano) fizeram tudo certo e eu tinha a vitória na minha mão. Foi um pequeno erro, mas um grande frustração", concluiu.