• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Vettel supera pilotos da Red Bull e fecha o dia em primeiro na Hungria

Esportes

Vettel supera pilotos da Red Bull e fecha o dia em primeiro na Hungria

Sebastian Vettel parece ter superado o abalo pelo erro tolo que forçou o seu abandono no GP da Alemanha, no último fim de semana. Nesta sexta-feira, o alemão da Ferrari superou a dura concorrência da Red Bull para liderar o segundo treino livre para o GP da Hungria, a 12ª das 21 etapas da temporada 2018 da Fórmula 1, fechando o dia como o piloto mais rápido no Hungaroring.

No último domingo, Vettel liderava a prova em Hockenheim e tinha tudo para ampliar a liderança do campeonato quando se acidentou. Assim, viu o britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, conseguir uma improvável vitória na Alemanha e assumir a dianteira do Mundial de Pilotos.

Vettel, então, tenta se recuperar neste fim de semana na Hungria, onde venceu a corrida no ano passado e em 2015. E após ser o segundo colocado no primeiro treino livre desta sexta no Hungaroring, o alemão melhorou o seu desempenho na segunda sessão, a fechando na liderança com a marca de 1min16s834, também fazendo o melhor tempo do dia.

O piloto da Ferrari foi seguido pelos pilotos da Red Bull, que tem tudo para apresentar um bom desempenho no restante do fim de semana do GP da Hungria em função das características do circuito em que a prova se realiza, travado, se adaptando melhor às características do carro deles.

O holandês Max Verstappen, o terceiro colocado na sessão inicial, também melhorou o seu desempenho e fechou a segunda sessão na vice-liderança com a marca de 1min16s908, sendo o último piloto a fazer uma volta em menos de 1min17 nesta sexta-feira no Hungaroring.

Já o australiano Daniel Ricciardo, que havia sido o líder do primeiro treino livre, precisou se contentar com a terceira posição ao cravar 1min17s061. E, na disputa entre Red Bull e Ferrari que marcou a sexta-feira no Hungaroring, a quarta colocação ficou com o finlandês Kimi Raikkonen, da equipe italiana, que fez o tempo de 1min17s153.

Assim como no primeiro treino livre, a Mercedes voltou a ser discreta, novamente sendo batida pelas suas principais concorrentes no grid. Mas ao contrário de Red Bull e Ferrari, não registrou voltas rápidas com os pneus ultramacios, escondendo o seu real potencial, o que só deverá ser visto na sessão classificatória do sábado.

Entre os pilotos da Mercedes, o melhor rendimento foi o de Hamilton, o quinto mais rápido com a marca de 1min17s587. E o finlandês Valtteri Bottas veio logo atrás, em sexto lugar, com o tempo de 1min17s868, sendo mais de um segundo mais lento do que Vettel.

Os protagonistas do campeonato foram seguidos por quatro pilotos de equipes diferentes. O francês Romain Grosjean, da Haas, fechou o segundo treino livre na Hungria em sétimo lugar, à frente do espanhol Carlos Sainz Jr., da Renault. E a relação dos dez primeiros colocados foi completada, em ordem, pelos franceses Pierre Gasly, da Toro Rosso, e Esteban Ocon, da Force India. Já o espanhol Fernando Alonso, da McLaren, repetiu o 12º lugar da primeira atividade do dia.

Os pilotos voltarão a acelerar no Hungaroring neste sábado, quando serão realizados o terceiro treino livre, às 8 horas (de Brasília) e a sessão de classificação, às 10h. Já a largada para a 12ª etapa da temporada 2018 da Fórmula 1 está prevista para as 10h10 de domingo.