• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

PM capixaba disputa vaga na principal competição de Crossfit do Brasil

Esportes

PM capixaba disputa vaga na principal competição de Crossfit do Brasil

Camila Siller está na briga por uma das vagas na elite do esporte no Brasil e, neste fim de semana, disputa a maior e mais importante competição de CrossFit do país, o Torneio CrossFit Brasil (TCB)

Marlon Max

Redação Folha Vitória
Foto: Reprodução / Instagram

Tem capixaba representando o estado em competição nacional de Crossfit! A policial militar, Camila Siller, está na briga por uma das vagas na elite do esporte no Brasil e, neste fim de semana, disputa a maior e mais importante competição de CrossFit do país, o Torneio CrossFit Brasil (TCB).

A militar pratica a modalidade esportiva desde 2014. Segundo ela, competir aconteceu de forma natural e devido ao incentivo dos amigos e professores.

“Não esperava participar de uma competição assim, apesar do esporte correr em minhas veias. Meus amigos e professores sempre falavam que eu possuía características de competição, mas mesmo assim nunca coloquei muita fé”, explica a atleta.

O evento acontece neste fim de semana, em Pindamonhangaba, em São Paulo. Os classificados na seletiva disputarão, ainda neste ano, uma vaga para o campeonato internacional. Na edição do ano passado, a premiação bateu um total líquido de R$ 112.500,00 em prêmios. 

O caminho até o pódio não deverá ser fácil para Camila. Ela estreia na competição disputando contra as principais atletas do Brasil. Além da rotina de trabalho como policial militar, o dia a dia de treinamentos é intenso. De acordo com Siller, ela treina todos os dias e mantém alimentação balanceada. 

 A atleta lembra do custo de competir em alto nível e expõe as dificuldade de se manter na modalidade. A falta de apoio se torna um peso extra na preparação. Camila diz que aos poucos parceiros estão aparecendo, mas abre o jogo e afirma que, por diversas vezes, ela precisa tirar do próprio bolso os recursos para seguir adiante. 

Foto: Marlon Max
“Tudo na vida de um atleta tem um preço muito caro. Infelizmente, aqui no estado não somos reconhecidos e precisamos nos doar bastante para conseguir, quem sabe, um patrocínio bom. Hoje possuo alguns parceiros, mas ainda sim falta muita coisa. Inclusive todo tipo de custeio sai do nosso bolso, por isso é muito difícil”

Além de Camilla Siller outros 4 atletas capixaba estão na disputa. Os competidores inscritos serão divididos em equipes masculinas e femininas que participarão das provas em seis categorias: Teen (14 a 17 anos), Elite (idade livre), Master (35 a 39 anos), Master (40 a 44 anos), Master 45+ e Times, que serão quartetos mistos formados por atletas da Elite.