• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Professor de Guarapari incentiva alunos a praticarem atividades físicas por meio de vídeos

Esportes

Professor de Guarapari incentiva alunos a praticarem atividades físicas por meio de vídeos

Orlando Mariano Prezotti, professor de Educação Física, decidiu criar um canal para manter o contato com os alunos durante o período de isolamento social

Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal
Orlando ao lado de Sophie Cassilhas, de 7 anos. 

Devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e a consequente suspensão das aulas, professores precisaram criar novos modos de levar o ensino até os alunos. Pensando nisso, o professor de Educação Física Orlando Mariano Prezotti, de 35 anos, resolveu criar um canal no YouTube para incentivar os alunos a continuarem realizando atividades físicas, mas agora dentro de casa.

“A pandemia é uma situação muito desafiadora e fez com que eu me reinventasse, já que não posso ter contato direto com os alunos. Então, comecei a publicar os vídeos”, conta Orlando, que ocupa duas cadeiras na Rede Municipal de Ensino de Guarapari e leciona nas escolas José Antônio de Miranda e Florisbela Lino Bandeira. Contando as 16 turmas, o professor dá aula para quase mil estudantes de 06 a 10 anos.

Orlando publicou o primeiro vídeo, que hoje conta com mais de 390 visualizações, no dia 10 de junho e, desde então, o canal já alcançou 260 inscritos. “O feedback tem sido muito bom! Os pais me enviam vídeos dos filhos realizando as atividades em casa e isso me incentiva muito, me mostra que eu tenho vocação para exercer a profissão que tanto amo”, relata, satisfeito com alcance do trabalho.

Nos vídeos, o professor orienta os espectadores sobre atividades que podem ser realizadas dentro de casa, com o objetivo de motivá-los a respeitar o isolamento social. Além disso, relembra os alunos dos cuidados necessários para manterem-se protegidos da Covid-19. “Em todos os vídeos eu falo ‘já lavaram as mãos?’, ‘estão usando máscara?'”, explica.

Quando as atividades exibidas nos vídeos envolvem duas pessoas, o professor conta com a colaboração da pequena Sophie Cassilhas, de 7 anos, aluna da EMEIEF Florisbela Lino Bandeira, escola em que Orlando leciona. “Nós temos o mesmo jeito maluquinho e, assim, conseguimos reter a atenção dos alunos nas vídeo-aulas, porque conseguimos passar alegria, felicidade, e atrair a concentração das crianças”.

Orlando afirma que pretende continuar gravando vídeos quando a pandemia tiver fim. “Eu espero poder gravar as aulas com os alunos e continuar incentivando a prática de exercícios físicos e ajudando outros profissionais da educação a elaborarem as aulas, com as sugestões de atividades”.

Pensando nos colegas de profissão, Orlando participará de uma live em colaboração com o professor Caio Vaillant, na próxima quarta-feira (15), a partir das 19h. Durante a transmissão, os profissionais falarão sobre os desafios do professor em tempos de pandemia. Para conferir, acompanhe-os nas redes sociais!

Texto: Nicolly Credi-Dio