• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Número um do surfe mundial, Gabriel Medina está "emocionado" após vitória em campeonato

Esportes

Número um do surfe mundial, Gabriel Medina está "emocionado" após vitória em campeonato

Na página oficial do atleta na internet, Medina mostrou toda a felicidade de ganhar o troféu do campeonato: "Altas ondas, lugar lindo e que vai ficar sempre na minha memória!"

O surfista de apenas 20 anos posou para as câmeras após vencer o Circuito Mundial Foto: Divulgação/Site oficial

A grande esperança do Brasil no cenário mundial de surfe voltou a ascender, após o prodígio Gabriel Medina, de 20 anos, vencer o Circuito Mundial, no Taiti, na Polinésia Francesa, na última terça-feira (26).

Na página oficial do atleta na internet, Medina mostrou toda a felicidade de ganhar o troféu do campeonato. 

"Altas ondas, lugar lindo e que vai ficar sempre na minha memória! Parabéns Kelly Slater, foi irado ter feito a final com você! Obrigado a todos brasileiros pelas mensagens de apoio, agradeço de coração um por um… Me deram muita força! To levando p noixxxxxx! Obrigado Deus, tenho certeza que foi coisa ai de cima, sempre presente e nao deixando a gente na mão #aquiéBrasil!"

O atleta é famoso no cenário internacional com um dos melhores do esporte do mundo Foto: Divulgação/Internet

Com a vitória, o brasileiro se manteve na liderança do ranking mundial, mas aumentou a vantagem para o segundo colocado, ocupado por Kelly Slater, que já foi onze vezes campeão mundial.

Slater não poupou elogios ao brasileiro. "Parabéns ao Gabriel (Medina). Ele estava surfando muito bem durante todo o evento e, especificamente, na final. Ele está fazendo uma grande temporada e agora é me preparar para Trestles (próxima etapa em setembro nos Estados Unidos) e eu estou ansioso para ver como será o restante deste ano. Promete ser emocionante como foi esse evento aqui no Taiti", disse.

A próxima etapa do Mundial de Surfe tem início em 9 de setembro, em Trestles, na Califórnia. Na sequência os surfistas vão para França e depois para Portugal. O campeonato se encerra no Havaí, na famosa praia de Pipeline.

A consistência e regularidade do brasileiro nesta temporada dão esperanças de que o título mundial realmente pode ser conquistado. Para se ter uma ideia, a pior colocação no ano de Medina foi um 13º lugar e ele já tem três vitórias em sete etapas realizadas nesta temporada.

Com informações de Estadão Conteúdo.