Após faturar maior vitória da carreira, Clezar cai no quali do US Open

Esportes

Após faturar maior vitória da carreira, Clezar cai no quali do US Open

Com a derrota, o Brasil terá apenas dois representantes na chave principal masculina do quarto e último Grand Slam da temporada: Thomaz Bellucci e João Souza, o Feijão

Redação Folha Vitória
Com a derrota de Clezar, o Brasil terá apenas dois representantes na chave principal masculina do Grand Slam  Foto: Divulgação

Nova York - Um dia após conquistar a maior vitória de sua carreira, Guilherme Clezar se despediu do qualifying do US Open nesta sexta-feira. O brasileiro, que só precisava de mais um triunfo para entrar na chave principal, foi derrotado pelo australiano John-Patrick Smith por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2.

Com a derrota, o Brasil terá apenas dois representantes na chave principal masculina do quarto e último Grand Slam da temporada, que terá início na segunda-feira: Thomaz Bellucci e João Souza, o Feijão. Bellucci, número 1 do Brasil e 30º do mundo, vai estrear contra o britânico James Ward, 134º colocado. Feijão terá pela frente o número 1 Novak Djokovic.

Vivendo seu melhor momento da carreira, Clezar buscava disputar a chave principal de um Slam pela primeira vez na carreira. Até então seu melhor resultado havia acontecido em Roland Garros, quando parara também na terceira rodada do quali em seu piso favorito.

Na quadra rápida de Nova York, com a qual o tenista de 22 anos tem menos intimidade, Clezar surpreendeu na quinta ao eliminar o espanhol Nicolás Almagro, ex-número 9 do mundo. Depois do grande triunfo, porém, o número 168 do ranking não resistiu ao rival australiano, 121º do mundo, e se despediu da competição.