• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Apresentado na Roma, Dzeko já fala em derrotar a Lazio e o compatriota Lulic

Esportes

Apresentado na Roma, Dzeko já fala em derrotar a Lazio e o compatriota Lulic

Roma - Apresentado oficialmente nesta quinta-feira como novo reforço da Roma, o bósnio Edin Dzeko chegou ao clube italiano cheio de confiança de que poderá repetir o sucesso atingido com a camisa do Manchester City, pelo qual conquistou dois títulos do Campeonato Inglês, um da Copa da Inglaterra, um da Supercopa da Inglaterra e um da Copa da Liga Inglesa.

Além disso, o jogador já começou a apimentar a histórica rivalidade que a Roma tem contra a Lazio no grande clássico da capital italiana. Ele falou sobre o assunto ao ser questionado se ouviu conselhos do seu compatriota Lulic, que joga justamente na Lazio, antes de fechar com o seu novo clube.

"Sim, eu também ouvi Lulic. Ele tentou de todas as maneiras me dissuadir da ideia de vir para a Roma. Talvez ele estivesse com medo... Agora espero vencê-lo e a Lazio como rival", ressaltou com bom humor o atacante de 29 anos, que marcou 18 gols em 189 partidas pelo City e foi contratado por empréstimo de uma temporada.

Contratado anteriormente pelo City em 2011, após quatro anos atuando pelo Wolfsburg, da Alemanha, Dzeko assim terá a chance de atuar em um novo centro de peso no cenário do futebol mundial. E, ao comentar sobre as diferenças que vê entre o clube inglês que defendeu com sucesso e a Roma, destacou que o principal delas foi a ausência de troféus erguidos pela equipe italiana nos últimos tempos.

"Eu experimentei quatro anos maravilhosos em Manchester. Ganhamos títulos, vivemos momentos emocionantes. Talvez esta é a diferença entre o City e a Roma, ser capaz de vencer. Trabalhando duro esperamos alcançar grandes coisas. Eu enfrentei a Roma na Liga dos Campeões e notei uma equipe com grande talento. Este ano parece ainda mais forte", afirmou o bósnio, para depois lembrar que o Campeonato Italiano foi "o mais bonito e interessante" torneio que acompanhou quando era criança.

E agora ele espera poder ajudar a principal competição da Itália a se tornar ainda mais respeitada no cenário mundial. "O futebol na Itália vem se recuperando, está mudando com a construção de novos estádios. Espera-se que em breve possa retornar ao tempo de esplendor que viveu no passado", disse.