Leo de Deus salva dia em Kazan e avança para a semi dos 200m costas

Esportes

Leo de Deus salva dia em Kazan e avança para a semi dos 200m costas

Redação Folha Vitória

Kazan - Se no revezamento feminino 4x200m livre o Brasil não conseguiu avançar à final do Mundial de Kazan, mas ao menos se garantiu na Olimpíada, nas eliminatórias das provas individuais desta quinta-feira na Rússia, só Leonardo de Deus conseguiu passar à semifinal, nos 200m costas. Os demais brasileiros foram eliminados.

Larissa Oliveira não conseguiu repetir o bom desempenho dos Jogos Pan-Americanos, quando bateu o recorde sul-americano, com 54s61, e acabou eliminada nas eliminatórias dos 100m livre. Terminou no 19.º lugar, com o tempo de 55s02. A prova também contou com Graciele Herrmann, eliminada com o 34.º tempo: 55s80, longe do seu melhor.

Thiago Simon foi campeão dos 200m peito em Toronto, mas não foi bem em sua primeira participação em Mundiais. O atleta, que assim como Larissa fez seu polimento (preparação física específica) para Toronto e não para Kazan, foi eliminado com o 29.º tempo: 2min14s28.

Tivesse dado prioridade ao Mundial e feito em Kazan a marca que lhe deu o ouro no Pan (2min09s82), teria avançado à semifinal com o sexto melhor tempo. Simon, entretanto, preferiu ser campeão do Pan a coadjuvante de uma final mundial.

As eliminatórias dos 200m peito também contaram com Felipe França. Velocista, ele não é especialista nesta prova e fez apenas o 38.º tempo: 2min16s13. No Pan, o segundo brasileiro na disputa foi Thiago Pereira, que se concentra em nadar a final dos 200m medley, à noite (a partir das 11h30 de Brasília).

Quem também cai na piscina de Kazan na etapa noturna de Kazan é Leonardo de Deus. Eliminado na semifinal dos 200m borboleta, sua prova principal, na qual era candidato a medalha, o corintiano fez o 10.º tempo das eliminatórias dos 200m costas: 1min57s73. Baixou em meio segundo a marca que lhe deu o bronze no Pan. Diferente de Simon, seu companheiro de clube, Leo fez polimento para o Mundial, não para o Pan.