Levir evita atacar arbitragem e destaca luta do Atlético-MG após queda

Esportes

Levir evita atacar arbitragem e destaca luta do Atlético-MG após queda

Para Levir, o Atlético-MG merecia sorte melhor no duelo com o Figueirense, pois, na sua avaliação, foi superior ao adversário e lutou pela classificação

Redação Folha Vitória
Fora da Copa do Brasil, o Atlético-MG agora concentra as suas atenções no Campeonato Brasileiro Foto: ​

Florianópolis - O técnico Levir Culpi evitou responsabilizar o árbitro Vinicius Furlan pela eliminação do Atlético Mineiro nas oitavas de final da Copa do Brasil, definida com a derrota por 2 a 1 para o Figueirense, na noite de quarta-feira, em Florianópolis. Embora tenha considerada errada a expulsão do zagueiro Leonardo Silva, o treinador defendeu a idoneidade da arbitragem nacional, avaliando que os juízes estão vivendo apenas uma "fase ruim".

"Não adianta ter muita preocupação com o árbitro. No jogo de hoje, apesar de o Atlético-MG ter sido o mais prejudicado, houve uma pênalti que não foi marcado (para o Figueirense). Não dá para falar em desonestidade. Mas o problema é o erro da arbitragem que leva o jogo para um outro caminho. Acho que não tem problema de idoneidade e não quero que os jogadores pensem isso. Há uma repetição, mas que não é organizada. Está trazendo maus resultados para o Atlético. É uma fase ruim deles. A gente passa por fase ruim e eles também", disse.

Para Levir, o Atlético-MG merecia sorte melhor no duelo com o Figueirense, pois, na sua avaliação, foi superior ao adversário e lutou pela classificação. Mas o treinador também fez elogios ao oponente, que entrou em campo em vantagem por ter empatado por 1 a 1 em Belo Horizonte e conseguiu a virada no placar em casa para avançar.

"Não acho que foi justa. Não dá para dizer que o Figueirense não mereceu. Eles correram muito e conseguiram dois gols de cabeça, fizeram um gol lá. Mas nós poderíamos ter passado também. Nós jogamos para passar. Tivemos 60% de posse de bola e situações para marcar. Lamento porque é uma competição interessante. Mas não lamento o empenho dos jogadores", afirmou.

Fora da Copa do Brasil, o Atlético-MG agora concentra as suas atenções no Campeonato Brasileiro, em que ocupa a vice-liderança. O time volta a entrar em campo no próximo domingo, no Maracanã, para encarar o Fluminense pela 21ª rodada.