'Foi um dos maiores jogos da minha carreira', diz Ginobili após bater Brasil

Esportes

'Foi um dos maiores jogos da minha carreira', diz Ginobili após bater Brasil

Redação Folha Vitória

Rio -

Os argentinos não conseguiam acreditar que tinham vencido o Brasil no basquete masculino nos Jogos do Rio. Após fazerem 111 a 107 ao fim de duas prorrogações, os jogadores revelaram estar exaustos e classificaram o resultado como histórico e inesquecível. O astro da equipe, Manu Ginobili, disse na zona mista onde os atletas são entrevistados que jamais havia disputado uma partida tão emocionante pela seleção do seu país.

O jogador mais experiente do torneio, com 39 anos, e campeão olímpico em 2004, afirmou que o resultado será inesquecível. "Foi um jogo incrível, único na minha carreira. Não me recordo de ter jogado uma partida assim pela seleção, com tantas prorrogações e em um jogo tão físico. Foi devastador para o corpo. Por alguns momentos eu queria que o jogo acabasse. Eu não conseguia mais correr", comentou.

O astro do San Antonio Spurs destacou ter sentido a emoção da vitória pela intensa presença da torcida. "O ambiente foi muito bom. Como se sabia que seria. O público estava dividido. Até achei que fosse ter mais brasileiros. Foi uma partida inesquecível, principalmente pela festa. O jogo foi um espetáculo e o público também", afirmou. Ginobili marcou 13 pontos pela equipe.

Uma das revelações da seleção argentina, Patricio Garino, de 23 anos, viveu uma das primeiras grandes emoções com a camisa do país. "O ambiente estava selvagem. Foi inacreditável. Foi especial jogar em uma atmosfera assim", disse. "Foi um jogo de muita emoção. Nunca vi um jogo assim e acho que nunca vou vivenciar isso de novo. Vai fazer parte do folclore Brasil x Argentina a partir de agora", comentou Facundo Campazzo.