• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Atual campeã, Kerber é surpreendida por japonesa e cai na estreia do US Open

Esportes

Atual campeã, Kerber é surpreendida por japonesa e cai na estreia do US Open

Nova York - Atual campeã do US Open, a alemã Angelique Kerber foi surpreendida nesta terça-feira e caiu logo na estreia da edição de 2017 do Grand Slam norte-americano. Em Nova York, a número 6 do ranking não resistiu à japonesa Naomi Osaka e foi facilmente derrotada por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/1.

Com o resultado, Kerber se tornou a primeira defensora do título a cair na estreia do US Open em mais de dez anos. A última vez que isso havia acontecido foi em 2005, quando a então campeã Svetlana Kuznetsova, da Rússia, também foi surpreendida logo na primeira rodada.

A derrota também deu sequência à péssima fase de Kerber, que chegou a assumir a liderança do ranking no ano passado, mas desde então, vem ladeira abaixo. O título do US Open do ano passado, aliás, foi o último conquistado pela alemã, que já havia sido eliminada logo na estreia de Roland Garros este ano.

Por outro lado, Osaka mostrou por que foi considerada a principal revelação do tênis no ano passado. A jogadora de 19 anos dominou a alemã ao longo de toda a partida e não teve maiores dificuldades para se garantir na segunda rodada.

Osaka só teve certo trabalho para encaixar o primeiro saque - teve 59% de aproveitamento. Por isso, na parcial inicial, chegou a ceder três break points para Kerber, que, no entanto, não aproveitou nenhum. Muito mais precisa, a japonesa confirmou a única oportunidade de quebra que teve para sair na frente.

A derrota abalou Kerber, que foi amplamente dominada no segundo set. Osaka parecia ser a mais experiente em quadra e soube se aproveitar da fragilidade emocional da adversária para confirmar três das cinco oportunidades de quebra a seu favor.

Com a classificação, Osaka agora espera para conhecer sua adversária na segunda rodada. Ela vai encarar a vencedora do confronto entre a checa Denisa Allertova, número 90 do mundo, e a sueca Rebecca Peterson, apenas 196.ª do ranking.