• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Chapecoense prioriza Brasileirão e escala time mais forte contra o Coritiba

Esportes

Chapecoense prioriza Brasileirão e escala time mais forte contra o Coritiba

Chapecó (SC) - A Chapecoense tem dois compromissos importantes nos próximos dias. Neste domingo enfrenta o Coritiba, às 16 horas, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, pela 19.ª rodada do Campeonato Brasileiro, enquanto que na segunda-feira terá pela frente o Barcelona, pelo Troféu Joan Gamper, na Espanha. A diretoria do clube, no entanto, não escondeu que a prioridade é permanecer na Série A. Por isso, os titulares ficaram no Brasil.

"Temos que priorizar o Campeonato Brasileiro. Traçamos alguns objetivos durante o ano e um deles é permanecer na elite, ficando entre os 10 primeiros colocados. A meta é essa. Dividimos o elenco em dois grupos e acredito que possamos nos sair bem nos dois setores", afirmou o presidente Plínio David de Nês, o popular Maninho.

Os desafios ficaram nas mãos do técnico Vinícius Eutrópio. Para o jogo contra o Coritiba, ele não poderá contar com os laterais Apodi e Reinaldo. Ambos estão suspensos e até viajaram para a Espanha. Com isso, Roberto, ex-Santa Cruz, fará a sua estreia ao ser escalado pelo lado esquerdo de campo, deslocando assim Diego Renan para a lateral direita.

Existe ainda uma dúvida do meio para frente. Lourency, que foi titular no empate contra o Bahia, também seguiu para a Espanha. Vinicius Eutrópio, então, trabalhou com dois sistemas. A primeira ideia seria colocar Luis Antônio visando reforçar a marcação, mas não está descartado a possibilidade de utilizar Júlio César no ataque, formando assim o trio com Arthur e Túlio de Melo.

Há dois jogos sem vencer, a Chapecoense precisa reencontrar o caminho das vitórias para se distanciar da zona de rebaixamento e entrar na briga por um lugar na Copa Libertadores. Precisa mostrar fora de casa o que não fez na Arena Condá, em Chapecó (SC), onde perdeu para o lanterna Atlético Goianiense e empatou com o Bahia.

Enquanto isso, o outro grupo de jogadores viajou na última sexta-feira para a Europa. A delegação é composta por 27 pessoas entre atletas, comissão técnica e funcionários.