• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Clayton marca, Atlético-MG bate Inter no Beira-Rio e vai à semi da Primeira Liga

Esportes

Clayton marca, Atlético-MG bate Inter no Beira-Rio e vai à semi da Primeira Liga

São Paulo - De volta ao Atlético-MG, Clayton justificou nesta quarta-feira o pedido de Rogério Micale pelo seu retorno e definiu a classificação às semifinais da Copa da Primeira Liga. No confronto de reservas diante do Internacional, em pleno Beira-Rio, o atacante aproveitou a oportunidade e marcou belo gol para definir o triunfo alvinegro por 1 a 0.

Se a utilização dos reservas era uma oportunidade para Robinho e Fred mostrarem serviço, quem apareceu foi o outro atacante do trio ofensivo do Atlético-MG. Em sua segunda partida neste retorno ao clube, sendo a primeira como titular, Clayton fez uma de suas melhores atuações com a camisa alvinegra e garantiu a classificação.

Agora, o Atlético-MG espera o vencedor do confronto entre Flamengo e Paraná, ainda nesta quarta, em Cariacica, para conhecer seu adversário nas semifinais da Primeira Liga. O Inter, por sua vez, volta todas as atenções para a Série B do Campeonato Brasileiro e fechará a temporada 2017 sem nenhum título de elite.

O JOGO - O Inter começou dominando a posse de bola, buscando mais o ataque, mas era pouco efetivo. Chegou apenas aos 18 minutos, em cabeçada de Carlos que passou rente ao travessão, mas parou por aí. Logo, viu o Atlético-MG crescer e levar mais perigo. Aos 35, Leonan aproveitou sobra na área e bateu por cima. Somente um minutos depois, Fred recebeu do lateral e tentou o cruzamento, a bola desviou e quase matou Marcelo Lomba.

O time visitante começou a ganhar terreno, principalmente pelo lado esquerdo do ataque. E foi por ali que começou a jogada do gol. Aos 38 minutos, após rápido contra-ataque, Fred recebeu de Leonan e abriu na direita para Clayton. Com espaço, o atacante avançou e bateu cruzado, sem chances para o goleiro.

O gol fez o Inter voltar a atacar, mas a cobrança de falta de Camilo, aos 41 minutos, e o bom chute de Nico López, aos 44, pararam em defesas de Giovanni. Para o segundo tempo, Guto Ferreira voltou com o titular Edenilson, que logo aos três minutos lançou Carlos. O atacante dividiu com o goleiro atleticano e ficou reclamando de pênalti, não marcado pela arbitragem.

Em dia para esquecer, o atacante colorado acumulava jogadas erradas e viu a paciência da torcida acabar aos 10 minutos, quando recebeu lançamento perfeito de Charles na área, mas demorou para bater e permitiu a chegada da defesa. A partir daí, as arquibancadas coloradas perseguiram o jogador com vaias, até sua substituição por Eduardo Sasha.

E o Inter melhorou com a alteração. Nico López, pela direita, era um dos melhores em campo e quase marcou um golaço aos 13, quando cortou dois marcadores e parou novamente em Giovanni. Do outro lado, Sasha também levava mais perigo e quase fez em cabeçada, que novamente o goleiro atleticano defendeu.

Só que a ofensividade do Inter permitia o contra-ataque do Atlético-MG, que quase selou o placar aos 20 minutos. Robinho recebeu em posição legal e tocou para Clayton, que tirou a marcação e devolveu para o companheiro. A bola, então, chegou para Fred, que jogou para fora e perdeu chance incrível.

Mais inacreditável ainda foi a oportunidade desperdiçada pelo Inter aos 31. Após cruzamento para a área, Sasha aproveitou a sobra e bateu de primeira. No meio do caminho, Ernando desviou para o gol, mas Gabriel, em cima da linha, salvou o Atlético-MG.

Aos 42, Giovanni, em dois momentos, salvou o Atlético-MG, em finalizações de Sasha e Nico López. Antes do apito final, o Inter ainda acertou a trave em chute de Roberson, provando que o dia não era mesmo da equipe.

FICHA TÉCNICA:

INTERNACIONAL 0 x 1 ATLÉTICO-MG

INTERNACIONAL - Marcelo Lomba; Junio, Danilo Silva, Ernando e Iago; Charles, Alex Santana (Edenilson), Camilo, Nico López e Carlos (Eduardo Sasha); Joanderson (Roberson). Técnico: Guto Ferreira.

ATLÉTICO-MG - Giovanni; Marcos Rocha, Gabriel, Bremer e Leonan; Roger Bernardo, Yago e Valdívia (Ralph); Clayton (Marlone), Robinho e Fred. Técnico: Rogério Micale.

GOL - Clayton, aos 38 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Bráulio da Silva Machado (SC).

CARTÃO AMARELO - Roger Bernardo (Atlético-MG).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).