Levir diz que Santos 'não merecia vencer' Avaí, mas elogia dedicação do time

Esportes

Levir diz que Santos 'não merecia vencer' Avaí, mas elogia dedicação do time

Redação Folha Vitória

Florianópolis - O técnico Levir Culpi avaliou que o empate do Santos por 0 a 0 com o Avaí, no último domingo, na Ressacada, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, foi um resultado justo. Ele apontou que o time teve até algumas chances, mas não fez o suficiente para deixar Florianópolis com a vitória.

"O 0 a 0 foi merecido, foi um jogo de muito empenho físico. A gente teve uma bola na trave, mas ninguém merecia vencer o jogo e o resultado foi justo", afirmou, se referindo ao lance em que Zeca parou na trave, já no segundo tempo da partida, e também elogiando a dedicação do Santos na partida.

Sem poder contar com Lucas Lima, suspenso, Levir escalou o polivalente Jean Mota, que vinda sendo improvisado na lateral, no meio-de-campo. Mas ele não brilhou, conseguindo armar poucas jogadas perigosas. O treinador, porém, saiu em defesa do seu jogador.

"O Jean vinha jogando na lateral, então não posso cobrar muito, porque o jogador sente essa mudança. Ele não deixou brecha na defesa, só que faltou coordenação para o ataque", afirmou, admitindo que faltou agressividade ao Santos no setor ofensivo para superar o sistema defensivo do adversário.

O empate com Avaí deixou o Santos com 35 pontos, em terceiro lugar no Brasileirão. Agora, o time volta as suas atenções para a Copa Libertadores, pois na quinta-feira vai receber o Atlético Paranaense para o jogo de volta das oitavas de final, na Vila Belmiro. No primeiro duelo, em Curitiba, a equipe paulista venceu por 3 a 2.