• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Demoliner sua, mas vence na estreia das duplas no US Open; Del Potro avança

  • COMPARTILHE
Esportes

Demoliner sua, mas vence na estreia das duplas no US Open; Del Potro avança

O brasileiro Marcelo Demoliner estreou com uma vitória suada na chave de duplas do US Open. Atuando ao lado do mexicano Santiago González, ele passou na primeira rodada pelos franceses Hugo Nys e Benoit Paire por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 7/6 (7/2).

O confronto foi bastante disputado ao longa das quase duas horas de duração. No primeiro set, Demoliner e González atacaram o serviço dos rivais e tiveram oito oportunidades de quebras. Confirmaram apenas duas, o suficiente para arrancar o triunfo na reta final da parcial.

No segundo set, porém, o brasileiro e o mexicano tiveram ainda mais dificuldade e não confirmaram nenhuma das três oportunidades de quebra que tiveram. Menos mal que também não cederam break points, o que levou a disputa para o tie-break, no qual levaram a melhor.

Número 50 e 47 do ranking de duplas, respectivamente, Demoliner e González agora esperam para conhecer seus adversários na próxima fase. Eles vão encarar os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah, cabeças de chave número 5, ou o usbeque Denis Istomin e o indiano Jeevan Nedunchezhiyan.

DEL POTRO AVANÇA - Semifinalista na última edição e um dos favoritos ao título deste US Open, o argentino Juan Martín Del Potro venceu na segunda rodada do Grand Slam norte-americano. Número 3 do mundo, o campeão de 2009 encarou o tenista da casa Denis Kudla e passou em sets diretos, com parciais de 6/3, 6/1 e 7/6 (7/4).

Del Potro precisou de apenas 1h56min de partida para confirmar o favoritismo. O argentino abusou do potente saque e encaixou 20 aces, além de ter disparado 36 bolas vencedoras. Foram quatro quebras de serviço para ele, que sequer cedeu break points para o adversário.

Na próxima fase, Del Potro pode ter pela frente um duro adversário. Ele encara o espanhol Fernando Verdasco, cabeça de chave número 31, ou o britânico Andy Murray, que busca recuperar o melhor tênis após uma série de lesões, mas tem no currículo dois títulos em Wimbledon e um no US Open.