Atlético-PR vence o Atlético-MG em BH, mas mineiros reclamam da arbitragem

Esportes

Atlético-PR vence o Atlético-MG em BH, mas mineiros reclamam da arbitragem

Redação Folha Vitória

São Paulo - O árbitro Marcelo de Lima Henrique foi figura central na vitória do Atlético-PR sobre o Atlético-MG, por 1 a 0, nesta quarta-feira, no Independência. Brigando pela liderança do Campeonato Brasileiro, a equipe mineira reclamou muito da atuação do juiz, que deu um pênalti bastante contestável para os paranaenses e expulsou Marcos Rocha por reclamação.

A derrota do Atlético-MG permite ao Corinthians disparar na liderança se vencer o Fluminense no Itaquerão, na última leva de jogos desta quarta-feira, pela 22.ª rodada. Os mineiros, que perderam pela segunda vez em três partidas no Independência, estacionaram nos 42 pontos, enquanto os paulistas podem ir a 49.

O jogo desta quarta-feira foi decidido aos 12 minutos do segundo tempo, quando Ewandro, atacante emprestado pelo São Paulo, trombou com Victor na área. A bola já estava saindo pela linha de fundo, mas o árbitro deu pênalti, que Walter converteu.

Os donos da casa haviam mandado no jogo no primeiro tempo, mas perdido Marcos Rocha ainda antes do intervalo. O lateral reclamou bastante de uma suposta falta e acabou recebendo o segundo cartão amarelo e sendo expulso. Com a vitória, o Atlético-PR foi a 36 pontos, no G4, à frente do São Paulo, que empatou com o Joinville e ficou com 35.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-MG 0 X 1 ATLÉTICO-PR

ATLÉTICO-MG - Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Patric; Leandro Donizete, Dátolo, Luan e Giovanni Augusto (Cárdenas); Thiago Ribeiro (Mansur) (Carlos César) e Pratto

Técnico - Levir Culpi.

ATLÉTICO-PR - Weverton; Matheus Ribeiro, Wellington, Kadu (Gustavo) e Sidcley; Deivid, Hernani, Daniel Hernández e Marcos Guilherme; Dellatorre (Walter) e Ewandro (Nikão)

Técnico - Milton Mendes.

GOL - Walter, de pênalti, aos 12 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Marcelo de Lima Henrique (PE).

CARTÕES AMARELOS - Luan, Patric, Jemerson e Cárdenas (Atlético-MG); Wellington, Weverton, Sidcley e Daniel Hernández (Atlético-PR).

CARTÃO VERMELHO - Marcos Rocha (Atlético-MG)

PÚBLICO - 12.064 pagantes.

RENDA - R$ 428.355,00.

LOCAL - Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).