Após derrota, Marcelo Oliveira vê duelo de quinta como 'final' para o Atlético-MG

Esportes

Após derrota, Marcelo Oliveira vê duelo de quinta como 'final' para o Atlético-MG

O resultado fez o time estacionar nos 42 pontos, na terceira posição, e agora se ver cinco pontos atrás do líder Palmeiras e a quatro de distância para o vice-líder Flamengo

Redação Folha Vitória
Marcelo Oliveira qualificou o duelo contra o Sport, quinta-feira, às 19h30, no estádio Independência, em Belo Horizonte, como uma "decisão" para os atleticanos Foto: Divulgação

Mesquita - A derrota por 4 a 2 sofrida diante do Fluminense, na noite desta segunda-feira, em Mesquita (RJ), foi um duro golpe para o Atlético-MG em meio ao sonho da equipe de lutar diretamente pelo título do Campeonato Brasileiro. O resultado fez o time estacionar nos 42 pontos, na terceira posição, e agora se ver cinco pontos atrás do líder Palmeiras e a quatro de distância para o vice-líder Flamengo.

Tendo em vista essa desvantagem na tabela, o técnico Marcelo Oliveira qualificou o duelo contra o Sport, quinta-feira, às 19h30, no estádio Independência, em Belo Horizonte, como uma "decisão" para os atleticanos.

"Passa a ser uma grande decisão para nós, uma grande final. Tenho certeza de que vai acontecer muita adversidade, muito tropeço nesse campeonato ainda. São 42 pontos a serem disputados e o Atlético tem que criar uma regularidade. Não foi aqui, mas temos a oportunidade agora nesses três jogos em casa para tentar fazer isso", projetou o comandante, em entrevista coletiva na noite desta segunda, se referindo também ao clássico de domingo diante do Cruzeiro, no Mineirão, e ao confronto seguinte com o Internacional, no dia 25, no Independência.

A derrota para o Fluminense também passou a servir de alerta para o Atlético-MG, que exibiu falhas que acabaram sendo fatais para que sofresse quatro gols apenas no segundo tempo, após ter virado a primeira etapa em vantagem de 1 a 0.

"Na verdade, o Fluminense aproveitou bem os nossos erros, um gol em uma cobrança de lateral, que não é muito comum, um descuido, uma saída de bola equivocada e esse gol final que a gente já estava se lançando para tentar o empate no jogo e erramos o passe também. Então, foi mérito do Fluminense, mas muito erro para um jogo só e errar em um campeonato brasileiro como esse, tão difícil, às vezes custa caro mesmo", ressaltou Marcelo Oliveira.

O treinador também evitou lamentar o fato de que Palmeiras e Flamengo irão travar um confronto direto pela liderança nesta quarta-feira, às 21h45, no Allianz Parque, pela 25ª rodada do Brasileirão, o que consequentemente fará com que a vantagem de um dos times sobre o Atlético fique ainda maior na tabela pelo menos até a partida que a equipe mineira fará contra o Sport no dia seguinte.

"Temos que preocupar com nossa produção, que ela seja mais regular, e com a nossa vitória. Acho que é possível encostar (nos líderes) novamente, desde que a gente faça uma sequência boa nesses três jogos. Certamente, podem acontecer tropeços do Palmeiras e do Flamengo, mas, nesses jogos, o empate é quase sempre o melhor resultado", analisou.