• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cheio de mistério e sem Grafite, Santa Cruz precisa vencer para sair da crise

Esportes

Cheio de mistério e sem Grafite, Santa Cruz precisa vencer para sair da crise

Recife - Penúltimo colocado e há nove partidas sem vencer no Campeonato Brasileiro, o Santa Cruz tenta de tudo para deixar a crise e seguir sonhando com a fuga do rebaixamento. Para isso, precisa começar a aproveitar as partidas em casa e vencer o Atlético Paranaense nesta quarta-feira, às 21 horas, justamente no estádio do Arruda, no Recife, pela 25.ª rodada, se tornou obrigação.

Com o time na 19.ª e penúltima colocação e já a sete pontos da primeira equipe fora da zona da degola - tem 20, contra 27 do Internacional -, o técnico Doriva busca novas alternativas para tentar a recuperação. Nesta semana, ao contrário do que vinha fazendo, optou pelo mistério.

Após a dura derrota no clássico contra o Sport, no último domingo, por 5 a 3, Doriva não deu pistas da escalação que levará a campo nesta quarta-feira. Na última segunda, os jogadores que atuaram no fim de semana fizeram trabalho de recuperação e não foram ao gramado. Já nesta terça, o treinador fechou a porta da atividade à imprensa.

Apesar do mistério, o Santa Cruz pouco deve mudar em relação ao time que caiu diante do Sport. A única alteração deve ser o substituto do volante Derley, expulso no clássico. Jadson é o mais cotado, mas Danilo Pires também pode atuar na função. O treinador preferiu não revelar o escolhido.

No ataque está a baixa mais sentida. Apesar do jejum de 12 jogos sem marcar, o atacante Grafite é considerado a principal peça ofensiva do Santa Cruz e é o artilheiro da equipe no Brasileirão, com oito gols. No entanto, segue se recuperando de uma lesão na coxa direita e, por isso, será mais uma vez substituído por Bruno Moraes nesta quarta-feira.