• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Auxiliar de Mano reclama de pênalti e passa confiança aos jovens do Cruzeiro

Esportes

Auxiliar de Mano reclama de pênalti e passa confiança aos jovens do Cruzeiro

Londrina (PR) - O Cruzeiro vencia por 2 a 0 até os 36 minutos do segundo tempo, mas acabou sofrendo o empate e depois perdeu nos pênaltis para o Londrina, ficando de fora da final da Copa da Primeira Liga. Responsável por comandar o time na beira do gramado - Mano Menezes foi expulso nas quartas de final contra o Grêmio -, o auxiliar Sidnei Lobo procurou passar confiança aos pratas da casa que atuaram neste domingo, no Paraná.

"Tivemos uma conversa depois do jogo e passei para eles que isso faz parte do atleta. Estão começando a carreira e vai acontecer outras vezes. Dei toda a tranquilidade e não é para ficar chateado. É uma semana decisiva. Esses jogadores que estão aqui hoje (domingo) vão ser usados contra o Flamengo. É a final da Copa do Brasil e eles precisam estar com a cabeça erguida", disse Sidnei Lobo, se referindo ao primeiro jogo da final, que será realizado nesta quinta-feira, no Rio.

O auxiliar de Mano Menezes também reclamou do pênalti assinalado pelo árbitro gaúcho Leandro Pedro Vuaden aos 50 minutos do segundo tempo. Germano converteu e empatou a partida, levando a decisão para os pênaltis.

"Infelizmente sofremos o empate num lance meio duvidoso. Na minha visão, não houve pênalti. Ele é até um bom árbitro, sempre apitou firme, mas na minha visão não houve pênalti e nos prejudicou. Faz parte", lamentou Sidnei Lobo.

Agora, todas as atenções do Cruzeiro estão voltadas para o primeiro jogo da final da Copa do Brasil contra o Flamengo, no estádio do Maracanã. A volta acontecerá no próximo dia 27, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.