• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Clezar e Monteiro perdem de japoneses e deixam Brasil longe da elite da Davis

Esportes

Clezar e Monteiro perdem de japoneses e deixam Brasil longe da elite da Davis

Osaka - A volta à elite da Copa Davis ficou bem mais distante para o Brasil nesta sexta-feira. No dois primeiros jogos da série pelos playoffs da competição, Guilherme Clezar e Thiago Monteiro foram batidos pelos japoneses Yuichi Sugita e Go Soeda, respectivamente, no Utsubo Tennis Center, em Osaka.

Com isso, o Japão abriu 2 a 0 no confronto e está a uma vitória de garantir presença no Grupo Mundial da Davis em 2018. Já o Brasil precisa vencer todos os duelos restantes da série, a começar pela partida de duplas, em que Marcelo Melo e Bruno Soares vão encarar Ben McLachlan e Yasutaka Uchiyama à 1 hora (de Brasília) deste sábado. A série é disputada em uma quadra rápida.

Escolhido para substituir o lesionado Thomaz Bellucci após Rogério Dutra Silva recusar a convocação, Guilherme Clezar foi o primeiro brasileiro a entrar em quadra no confronto com o Japão. O número 244 do mundo até fez jogo duro nos dois sets finais da sua partida, mas perdeu para Yuichi Sugita, o 42º colocado no ranking da ATP, por 3 a 0, com parciais de 6/2, 7/5 e 7/6 (7/5), em 2 horas e 30 minutos.

No primeiro set, após um início equilibrado, Clezar perdeu o saque no sexto e oitavo games, sendo batido por 6/2. Sugita começou a segunda parcial abrindo 2/0, mas a reação do brasileiro foi imediata, empatando o placar em 2/2. O duelo, então, seguiu igual até o 12º game, quando Clezar teve a chance de levar a parcial para o tie-break, mas acabou sendo batido, permitindo que o japonês fechasse a parcial em 7/5.

Clezar parecia perto de vencer o terceiro set após converter break point no sétimo game e abrir 5/3 na sequência. No décimo game, porém, quando sacava para fechar a parcial, perdeu o serviço. Sugita, então, levou a parcial para o tie-break e venceu, fechando o jogo em 3 a 0.

Logo depois, foi a vez de Thiago Monteiro, o número 116 do mundo, entrar em quadra. E ele encerrou o dia ruim para o tênis brasileiro ao perder para Go Soeda, o 139º colocado no ranking, por 3 sets a 2, com parciais de 3/6, 6/4, 6/3, 6/7 (1/7) e 6/4, em 3 horas e 41 minutos.

Monteiro teve um início de jogo acachapante, abrindo 5/0. Soeda ainda devolveu uma das quebras de serviço, mas foi batido por 6/3 no primeiro set. Na segunda parcial, o japonês deu o troco. Fez 3/0, viu o brasileiro reagir e empatar a parcial em 3/3, mas converteu break point no décimo game para aplicar 6/4.

No terceiro set, Soeda converteu break point no quarto game, fez 4/1 e virou a partida ao fechá-lo em 6/3. Embalado, o japonês começou o quarto set abrindo 2/0. Monteiro reagiu e igualou o placar em 4/4, mas perdeu o seu saque no game seguinte. Soeda, porém, foi quebrado quando sacava para fechar o jogo, no décimo game, por Monteiro, que levou a parcial para o tie-break e o venceu com facilidade.

A definição da partida, então, ficou para o set de desempate, com Soeda ficando em vantagem após conseguir quebrar de saque no sexto game, abrindo 5/2 na sequência. No nono game, Monteiro voltou a se salvar, quebrando o saque do japonês. Mas perdeu o seu serviço no game seguinte, sendo batido por 6/4 e deixando o Brasil mais distante da elite da Copa Davis.