Elenco do São Paulo aprova silêncio no Brasileirão: 'Falar menos, jogar mais'

Esportes

Elenco do São Paulo aprova silêncio no Brasileirão: 'Falar menos, jogar mais'

Redação Folha Vitória

São Paulo - Jogadores e comissão técnica estão satisfeitos com a suspensão temporária das entrevistas coletivas diárias no São Paulo durante a luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Poucos atletas falaram sobre a preparação do time para o jogo contra o Vitória, no último domingo, e esta fórmula se repete nesta semana de clássico contra o Corinthians.

"Precisamos falar menos e jogar mais", avaliou o atacante Marcos Guilherme. "É uma semana importantíssima, que mexe com a cabeça de todos e precisamos de concentração". O clássico, pela 25.ª rodada do Brasileirão, será neste domingo, às 11 horas, no estádio do Morumbi, em São Paulo.

O "silêncio" foi adotado na semana passada, após uma polêmica envolvendo o meia peruano Cueva, que ironizou um comentário de Rodrigo Caio feito em uma coletiva dias antes e que acabou despertando uma crise interna. Dias depois, o técnico Dorival Junior explicou que a suspensão das entrevistas não foi imposta e deu o tom do discurso que o time passou a adotar sobre o tema. "Temos que falar o mínimo e trabalharmos o máximo que pudermos".

Além do silêncio, os treinos estão acontecendo com portões fechados, reforçando o mistério sobre as estratégias de Dorival Junior para o clássico. O treinador terá praticamente todo o elenco à disposição. O lateral-esquerdo Edimar e o volante Jucilei retornam de suspensão e a principal dúvida é no meio de campo: Cueva, Jonatan Gomez e Jucilei brigam por uma vaga.