Geromel vê pausa na Libertadores como chance do Grêmio se reerguer no Brasileirão

Esportes

Geromel vê pausa na Libertadores como chance do Grêmio se reerguer no Brasileirão

Redação Folha Vitória

Porto Alegre - Recuperado de uma lesão na coxa direita, o zagueiro Pedro Geromel, do Grêmio, acredita que a pausa de um mês na Copa Libertadores até a semifinal contra o Barcelona, do Equador, será importante para que a equipe tricolor gaúcha se recupere no Campeonato Brasileiro. O próximo compromisso será neste domingo, às 16 horas, em Porto Alegre, diante do Fluminense.

"Agora vamos ter mais tempo graças a essa parada de jogos. Não abrimos mão do Campeonato Brasileiro. Infelizmente, tivemos três derrotas seguidas e o Corinthians abriu maior distância. O Santos passou a gente. Os outros times que estavam atrás encostaram. Estamos cientes disso, mas até a semifinal da Libertadores teremos cinco jogos no Brasileirão e vamos fazer de tudo para conseguir o máximo de pontos possíveis", projetou Pedro Geromel em entrevista coletiva nesta terça-feira.

O zagueiro, que foi poupado na partida contra o Bahia - derrota por 1 a 0, em Salvador - para evitar novas contusões, fez atividades físicas nesta terça-feira no CT Luiz Carvalho, em Porto Alegre, na reapresentação do elenco.

Pedro Geromel garante que estará à disposição da comissão técnica para o duelo contra o time tricolor das Laranjeiras. O volante Machado também trabalhou a parte física durante o treinamento. "A gente optou por eu não jogar contra o Bahia para me recuperar 100%, ainda mais depois de um jogo tão intenso como aquele contra o Botafogo. Agora me sinto bem, já me sentia bem, mas agora estou plenamente recuperado", finalizou.

O goleiro Marcelo Grohe e o atacante paraguaio Lucas Barrios também deverão retornar à equipe no jogo contra o Fluminense. No entanto, o treinador Renato Gaúcho terá alguns desfalques importantes. Os zagueiros Kannemann, Bressan e o volante Michel estão suspensos e não poderão atuar.

O Grêmio agora é o terceiro colocado no Brasileirão, com 43 pontos. O time gaúcho perdeu a vice-liderança na rodada passada para o Santos, que subiu para 44, além de ter sido alcançado na pontuação pelo Palmeiras, que fica atrás na tabela de classificação pelos critérios de desempate (tem pior saldo de gols).