Levir lamenta desfalques, mas confia no elenco do Santos para vencer o Palmeiras

Esportes

Levir lamenta desfalques, mas confia no elenco do Santos para vencer o Palmeiras

Redação Folha Vitória

Santos - O técnico Levir Culpi lamentou os desfalques do Santos para o clássico com o Palmeiras, neste sábado, às 19 horas, no Allianz Parque, em São Paulo, mas procurou demonstrar confiança na qualidade do elenco para buscar a primeira vitória do clube santista atuando na nova arena alviverde (em cinco jogos, foram três vitórias do Palmeiras e dois empates). O meia Lucas Lima, o lateral-direito Victor Ferraz, o volante Renato e o meio-campista Emiliano Vecchio, todos lesionados, estão fora da partida válida pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.

"Realmente, isso é uma verdade. Os jogadores estão fora, mas são momentos como esse que proporcionam a oportunidade de você reverter uma situação. Aumentou a dificuldade, com certeza. Mas, na verdade, é uma grande oportunidade para a gente partir para a ponta do campeonato", destacou técnico em entrevista coletiva antes do treino desta sexta-feira, no CT Rei Pelé, em Santos.

Levir Culpi admitiu também que teve uma conversa reservada com o argentino Vecchio, que adiantou em uma rede social que não atuaria contra o time alviverde. O técnico revelou que não aprovou a atitude do atleta. "Fiquei (bravo). Acabei de falar com ele. Mas ele está fora do jogo", confirmou.

O Santos realizou treinamento nesta sexta, mas a atividade não foi aberta para o registro dos jornalistas. O argentino Vecchio, já descartado pelo treinador para o jogo contra o Palmeiras, participou dos trabalhos.

Levir ainda fez mistério sobre a escolha dos nomes para a composição do meio de campo da equipe. Matheus Jesus, Leandro Donizete, Alisson, Jean Motta, Léo Cittadini e Serginho disputam três vagas.

A tendência é a de que o Santos entre em campo neste sábado com a seguinte formação: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Alison, Matheus Jesus (Leandro Donizete) e Jean Mota; Jonathan Copete, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira.