• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Fifa exalta renovação da seleção brasileira e elogia novidades de Tite

  • COMPARTILHE
Esportes

Fifa exalta renovação da seleção brasileira e elogia novidades de Tite

A renovação da seleção brasileira após o fracasso nas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia está chamando a atenção da entidade máxima do futebol. Nesta quinta-feira, a Fifa exaltou o grupo convocado pelo técnico Tite para os amistosos dos próximos dias, contra Estados Unidos e El Salvador, ambos em solo norte-americano.

O site oficial da entidade elogiou o processo iniciado pelo treinador mantido no cargo para o próximo ciclo da Copa do Mundo de 2022, no Catar. O insucesso diante da Bélgica "a nove dias da final no estádio Luzhniki" foi lembrado pela Fifa, que, no entanto, ressalta que "há razão para ter otimismo" daqui para frente.

A entidade exaltou o elenco mantido por Tite para os amistosos em comparação com o grupo de 23 atletas convocados para ir à Rússia, citando principalmente os já conhecidos Alisson, Ederson, Marquinhos, Casemiro, Fred, Philippe Coutinho e Neymar, todos entre 24 e 26 anos, além de Gabriel Jesus, de 21, como líderes do grupo que inicia a corrida rumo ao Catar.

Além disso, a entidade realizou um breve perfil de cinco nomes que estão dentre as novidades do técnico do Brasil para esta data Fifa: Arthur, Andreas Pereira, Lucas Paquetá, Richarlison (que substituiu a Pedro, lesionado) e Everton.

O volante do Barcelona, inclusive, foi o que ganhou os melhores elogios: a entidade lembrou as falas de Lionel Messi e Ernesto Valverde, capitão e técnico do time catalão. "Ele realmente me surpreendeu", disse o jogador argentino. "Ele é inteligente, muito confortável com a posse de bola, e grande passador. Ele nos lembra de Xavi", afirmou o treinador.

Já sobre Andreas Pereira, a Fifa ressaltou uma opinião de Junior, ex-jogador da seleção e comentarista de TV, que identificava um problema no meio-campo do time que foi à Copa. "As seleções semifinalistas têm um jogador na meia central que conseguem receber a bola na defesa e carregá-la, fazer passes. O Brasil não tem esse jogador", afirmou o ex-lateral, seguido da pergunta da entidade: "Será que Pereira é a solução para essa falha?".

Richarlison, por sua vez, foi lembrado como um grande amigo de Pedro - que foi cortado por uma lesão no joelho sofrida na semana passada. O ex-atacante do Fluminense foi elogiado pela sua temporada no Watford e pelo valor de sua transferência ao Everton e seus três gols marcados nas primeiras partidas pelo clube azul de Liverpool.

Outros dois elogiados foram os dois atletas que atuam no futebol brasileiro, Lucas Paquetá, do Flamengo, e Everton, do Grêmio. O primeiro foi comparado a um "jogador de videogame" e de habilidade de "showman", comparado a Djalminha, Denílson, Ronaldinho Gaúcho e Neymar. O segundo, por sua vez, teve exaltado o seu faro de gol durante o Mundial de Clubes de 2017 pelo time gaúcho e os dez gols marcados nas suas últimas 18 partidas.

Com os cinco atletas no elenco - e alguns deles provavelmente no time titular -, a seleção brasileira enfrenta os Estados Unidos nesta sexta-feira, em New Jersey, e El Salvador, na terça-feira, em Washington.