Esportes

Em ascensão, CSA mira pontuar em São Paulo para deixar a zona de rebaixamento

Com duas vitórias e um empate nos últimos três jogos que disputou, o CSA vive fase de plena reação no Campeonato Brasileiro e precisa manter o ritmo se quiser ficar de fora zona de rebaixamento. O problema é que o próximo desafio será mais do que difícil, contra um Palmeiras que vem de quatro triunfos seguidos, no Pacaembu, local da partida marcada para as 19h15 desta quinta-feira, pela 21.ª rodada.

Com a vitória por 1 a 0 sobre o Ceará, na rodada passada, o CSA chegou aos 19 pontos e aumentou a esperança de continuar na primeira divisão. Na última vez em que esteve na capital paulista, duas rodadas atrás, o time alagoano enfrentou o São Paulo, no Morumbi, e conseguiu arrancar um empate por 1 a 1, mesmo resultado do primeiro encontro com os palmeirenses, no Rei Pelé, em Maceió, durante o primeiro turno do Brasileirão.

O fato de já ter incomodado os paulistas motiva o elenco, que está preparado para uma sequência de dois jogos em solo paulista. Após o duelo contra o Palmeiras, o compromisso seguinte do time será diante do Santos, na Vila Belmiro.

A série fora de casa fez o técnico Argel Fucks tomar alguns cuidados. O meia João Vitor, por exemplo, viajou com a delegação, mas foi poupado durante os treinamentos da semana. Já o veterano meia Didira voltou a sentir um desconforto na coxa esquerda e foi vetado, assim como o volante Nilton.

"Nesse momento, a gente tem que preservar o atleta, então o descanso é maior que o treinamento. A gente tira um, encosta o outro, recupera um, recupera o outro, dá um trabalho a mais pra quem está jogando menos. Temos que gerenciar essa parte de recuperação, dessa sequência de jogos que temos agora", explicou Argel.

Pontos moeda