Após bater Palmeiras, Ponte Preta admite que pode efetivar Felipe Moreira

Esportes

Após bater Palmeiras, Ponte Preta admite que pode efetivar Felipe Moreira

Redação Folha Vitória

Campinas - Há um ditado que reza que depois da tempestade vem a bonança. Mas a fase é tão boa na Ponte Preta que a cada jogo há um motivo diferente para comemorar. Desta vez o dia foi ocupado por elogios ao técnico interino Felipe Moreira, que estreou no cargo com vitória importante sobre o Palmeiras por 1 a 0, na última quarta-feira, em São Paulo, pela 30.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Agora já se fala em passá-lo de interino para efetivo. "É uma decisão da diretoria, não minha. Minha preocupação, neste momento, é ficar totalmente focado no trabalho bem feito que foram executados por Guto Ferreira e Doriva", disse o jovem Felipe Moreira, de 34 anos, mas há 12 anos trabalhando fora das quatro linhas.

Os três pontos conquistados em São Paulo lhe garantem sobrevida para o compromisso contra o Coritiba, neste domingo, às 11 horas, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela 31.ª rodada. E pode antecipar a meta estabelecida pela diretoria: garantir a permanência na Série A em 2016. O time soma 44 pontos, em nono lugar. E acredita que mais uma vitória será suficiente para não correr mais riscos.

A ideia da diretoria é deixar Felipe Moreira no comando, pelo menos, por quatro jogos, até para sentir seu "verdadeiro potencial". Ele comandaria o time ainda contra Atlético Mineiro, fora de casa, e diante do Joinville, em Campinas. "Os resultados é que vão nos indicar qual caminho a seguir", despistou Giovanni Dimarzio, vice-presidente executivo do clube. Só depois, com calma, a diretoria vai pensar em um nome para a temporada de 2016, embora Gilson Kleina, atualmente no Avaí, seja cotado nos bastidores.

O certo é que o time ficará ainda mais forte diante do Coritiba. Estão confirmadas as voltas do lateral-direito Rodinei e do zagueiro Ferron, que cumpriram suspensão automática. Eles entram, respectivamente, nos lugares de Jefferson e Fábio Ferreira. O volante Fernando Bob, que deixou o campo sentindo o tornozelo, não deve representar problema. O resultado é time completo contra o rival paranaense, ameaçado pelo rebaixamento.