• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Clubes assinam contrato de US$ 1,2 bilhão e liga chinesa ganha força

Esportes

Clubes assinam contrato de US$ 1,2 bilhão e liga chinesa ganha força

Pequim - Clubes chineses levando os melhores jogadores do futebol brasileiro deve ser uma prática cada vez mais constante, pelo menos se for o dinheiro que mais pesar nas transações. Isso porque a China Sports Media anunciou que pagou 8 bilhões de yuans (US$ 1,26 bilhões) para adquirir por cinco anos os direitos de transmissão do Campeonato Chinês.

De acordo com o jornal oficial China Daily, o contrato vai render aos clubes 32 vezes mais com receitas televisivas do que paga o atual contrato em vigor. Ainda antes desse prometido 'boom', a China já levou para lá jogadores como Robinho, Ricardo Goulart, Diego Tardelli, Aloísio, Jucilei, Wagner, Paulinho e Elkeson.

Agora, a tendência é que a China dê um salto semelhante aquele previsto para o Campeonato Inglês, que assinou um contrato de US$ 1,4 bilhões por temporada a partir do próximo ano. Na Espanha, a Liga Espanhola recebe US$ 700 milhões por temporada, enquanto na China o valor será de US$ 230 milhões.

Pretendendo se tornar uma potência no futebol, a China resolveu colocar em prática, em outubro do ano passado, um plano ousado que incluiu a profissionalização da gestão da modalidade e o estímulo para que jovens treinem futebol. Pelos planos do Conselho de Estado, a indústria do futebol deve movimentar, em 2025, 16 vezes mais do que em 2012.