Franck Caldeira faz índice olímpico na maratona e marcha tem nova classificada

Esportes

Franck Caldeira faz índice olímpico na maratona e marcha tem nova classificada

Redação Folha Vitória

São Paulo - Se o período de classificação para os Jogos Olímpicos no atletismo fechasse hoje, Franck Caldeira seria um dos brasileiros garantidos na maratona. No último domingo, o campeão da São Silvestre de 2006 não teve boa classificação na Maratona de Frankfurt, terminando em 21.º lugar, mas correu abaixo do índice exigido para os Jogos do Rio.

Aos 32 anos, Franck completou a prova em um tempo relativamente alto, 2h16min35, mas abaixo do índice de 2h17min00. Assim, assumiu a terceira colocação do ranking brasileiro, atrás de Marilson Gomes dos Santos (2h11min00 em Hamburgo) e Solonei Rocha (2h13min15), ultrapassando Gilberto Silvestre Lopes (2h16min39).

Vão à Olimpíada apenas os atletas que obtiverem os três melhores tempos entre 1.º de janeiro deste ano e 6 de maio de 2016. Marilson e Solonei são favoritos a ficarem com duas das vagas, ficando a terceira delas aberta. Paulo Roberto de Paula, sétimo no Mundial de 2013, ainda não tem índice, mas é forte candidato a baixar o tempo de Franck.

Na prática, isso significa que, mesmo com índice, Franck Caldeira, que foi 13.º colocado nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008, precisará correr abaixo da marca que fez neste domingo se quiser estar no Rio.

MARCHA - Na marcha atlética veio a confirmação de mais uma vaga para o Brasil nos Jogos Olímpicos do ano que vem. Cisiane Dutra Lopes se juntou a Erica Rocha de Sena como qualificada para participar da marcha atlética de 20km.

No último domingo, Cisiane, de 32 anos, fez o índice ao vencer uma competição nos Estados Unidos com o tempo de 1h34min21. Em abril, ela já havia ficado muito perto de se qualificar para o Rio, perdendo o índice (1h35min00) por apenas 16 segundos.

É muito provável que Cisiane esteja na Olimpíada porque dificilmente outras duas atletas brasileiras farão índice na marcha atlética feminina. Ela e Erica sobram como melhores do País e, exceto elas, nenhuma marchadora brasileira em atividade correu perto de 1h35min na carreira. Elianay Santana é a única que baixou 1h40min - por 41 segundos, este ano.

Erica é candidata real à medalha nos Jogos Olímpicos do Rio. No Mundial deste ano, foi sexta colocada. Antes, em março, bateu o recorde brasileiro: 1h29min37.