Oeste derrota Luverdense e afasta perigo do rebaixamento

Esportes

Oeste derrota Luverdense e afasta perigo do rebaixamento

Redação Folha Vitória

Osasco - Com uma atuação consistente no primeiro tempo, o Oeste derrotou o Luverdense por 1 a 0 nesta terça-feira à noite, no estádio José Liberatti, em Osasco, pela 33ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com isso, se recuperou de duas derrotas consecutivas, para o Bahia, por 1 a 0, em casa, e para o América Mineiro, por 2 a 1, fora.

O triunfo ainda não livra o Oeste matematicamente do rebaixamento, mas encaminha a permanência na Série B, já que o time paulista subiu para a 13ª posição, com 41 pontos, nove a mais que o Ceará, que abre a zona do rebaixamento e ainda joga na rodada diante do lanterna Mogi Mirim.

A derrota, a segunda seguida, foi dolorosa para o Luverdense, porque o deixa distante da briga pelo acesso. Com 48 pontos, o time do Mato Grosso é o 10º e está a seis do Bahia, último dentro do G4 - zona de acesso. No entanto, como a rodada ainda não terminou e a distância em relação aos concorrentes pode aumentar.

Quem assistiu ao primeiro tempo imaginou que quem brigava pelo acesso era o Oeste, que, na verdade, ainda corre risco de ser rebaixado, e não o Luverdense. O que se viu foi amplo domínio do time paulista, com boas chances de gol para descer ao vestiário com um placar dilatado.

No entanto, foi o time do Mato Grosso que ameaçou primeiro com Lucas Fernandes. O atacante recebeu bom cruzamento e cabeceou na trave do goleiro Leandro, aos seis minutos. Depois de ser ameaçado, o Oeste deu o troco com gol. O ex-palmeirense Mazinho aproveitou rebote do goleiro Edson do chute de Fernandinho e, mesmo sem ângulo, abriu o placar para os donos da casa, aos 16 minutos.

Bem postado atrás, o time paulista não ampliou o marcador por detalhes, como a má pontaria de Rodriguinho em um chute de sem-pulo na marca do pênalti e a presença do zagueiro Éverton, do Luverdense, que afastou de cima da linha o chute de Flávio que aumentaria a vantagem do Oeste. Ou ainda a defesa de caneca de Edson numa cabeçada de Daniel Gigante.

A segunda etapa não foi tão movimentada quanto à primeira e reservou menos chances de gol e emoção em Osasco. Para reverter o resultado e não ficar distante na briga pelo acesso, o Luverdense se lançou ao ataque com mudanças promovidas pelo técnico Júnior Lopes.

Ricardo entrou no meio para dar qualidade no passe, assim como Calyson, e o atacante Alípio substituiu o volante Adriano da Matta na tentativa de dar velocidade ao time. Contudo, as alterações foram em vão e, apesar de dominar a etapa final, o time mato-grossense pouco pressionou e não conseguiu sequer o empate, que o distancia da possibilidade de conseguir uma vaga na Série A em 2016.

O Oeste volta a campo só no dia 7 de novembro, às 21 horas, contra o Sampaio Corrêa, em São Luis (MA). No dia 6, às 21 horas, o Luverdense busca a reabilitação contra o Boa, em Lucas do Rio Verde (MT).

FICHA TÉCNICA:

OESTE 1 x 0 LUVERDENSE

OESTE - Leandro Santos; Flávio (Dionísio), Daniel Gigante, Júnior Lopes e Fernandinho; Guilherme Amorim, Betinho, Renan Motta e Mazinho; Rodriguinho (Rafael Martins) e Patrick Silva (Wangler). Técnico: Renan Freitas.

LUVERDENSE - Edson; Gabriel Passos, Luiz Otávio, Everton e Revson (Calyson); Muralha (Ricardo), Adriano da Matta (Alípio), Osman e Diego Rosa; Lucas Fernandes e Tozin. Técnico: Júnior Lopes.

GOL - Mazinho, aos 16 minutos do primeiro tempo.

CARTÃO AMARELO - Guilherme Amorim (Oeste).

ÁRBITRO - Rodolpho Toski Marques (PR).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio José Liberatti, em Osasco (SP).