• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após morte de rei, Tailândia exige torcida de luto em jogo das Eliminatórias

  • COMPARTILHE
Esportes

Após morte de rei, Tailândia exige torcida de luto em jogo das Eliminatórias

Bangcoc - A Tailândia anunciou nesta sexta-feira que aceita enfrentar a Austrália no próximo dia 15 de novembro, em Bangcoc, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, mas exigiu uma série de medidas que garantam o respeito ao luto que toma o país depois da morte do seu rei, Bhumibol Adulyadej, no último dia 13.

Na Tailândia, o rei é considerado um semideus e o luto é extremo durante 30 dias - um ano para funcionários públicos. Os eventos festivos foram todos cancelados e as pessoas devem vestir preto ao circularem em áreas públicas. Todo o calendário esportivo até o fim do ano foi suspenso, sendo mantido somente esse jogo das Eliminatórias, que também corria o risco de ser cancelado.

Nesta sexta, a Federação de Futebol da Austrália (FFA) anunciou ter recebido, da Associação de Futebol da Tailândia, a confirmação da realização da partida. A entidade tailandesa, porém, transmitiu alguns pedidos, feitos pela autoridade pública esportiva local.

Os torcedores só poderão usar roupas sem cor (branca, preta ou cinza) e sem estampas. Eles não podem exibir nenhum símbolo, nem portar faixas ou qualquer equipamento sonoro. Também está proibida qualquer demonstração festiva, como cânticos, não só dentro do estádio, mas também ao redor dele.

A Tailândia é a lanterna do Grupo B das Eliminatórias da Ásia para a Copa do Mundo de 2018. Já perdeu de quatro dos cinco adversários na chave e é azarã contra a Austrália, segunda colocada, que briga com Japão e Arábia Saudita pelas duas vagas para ir à Rússia. Na fase anterior, eliminou Vietnã e Taiwan da corrida pela Copa.