Atletas olímpicos divulgam carta e reforçam apoio às investigações

Esportes

Atletas olímpicos divulgam carta e reforçam apoio às investigações

Redação Folha Vitória

São Paulo - Dezenas de atletas olímpicos brasileiros se articularam para escrever uma carta sobre a situação do esporte nacional e a prisão temporária de Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e do Comitê Organizador Rio-2016. Para evitar possíveis retaliações de dirigentes, os esportistas preferiram não dar suas opiniões individualmente e sim divulgar uma declaração conjunta.

A Comissão de Atletas se mobilizou desde as primeiras horas da manhã, por telefone e redes sociais, a fim de colocar o ponto de vista de quem é afetado diretamente pela situação do esporte olímpico no País. São 19 membros que representam os outros atletas brasileiros nesta comissão que foi criada em 2009.

No documento, os atletas manifestam apoio total às investigações e pedem que não se faça confusão entre o COB e seu dirigente, reforçando que a atuação de Nuzman não pode manchar a entidade. Por fim, os esportistas esperam que os escândalos no movimento olímpico brasileiro não apague o brilho dos Jogos Olímpicos realizados no Rio.

"A Comissão de Atletas do Comitê Olímpico do Brasil vem através desse documento expressar total apoio às operações que buscam transparência na gestão das entidades esportivas brasileiras. Não devemos fechar os olhos para o ilícito e é nosso dever como qualquer cidadão brasileiro, proteger e preservar o bom funcionamento do nosso País", diz um trecho da carta.