Esportes

Circuito Rede Vitória de Golf: Casa do Pão vence no Gross e ArcelorMittal ganha na categoria Net, do 3º Torneio Empresarial

Competição foi acirrada. Para definir os vencedores, foi necessário um playoff, ou seja, um desempate, para garantir quem ficaria com o troféu de campeão

Matheus Tamaino Brum

Redação Folha Vitória
Foto: Matheus Brum
Quarteto da Casa do Pão, formado por Márcio de Castro, Luiz Guilherme de Castro, Deivid Oliveira e Edvaldo Cajá, venceu o 3º Torneio Empresarial do Circuito Rede Vitória de Golf, na categoria Gross

O grupo representando a Casa do Pão foi o grande vencedor do 3º Torneio Empresarial do Circuito Rede Vitória de Golf. Depois de mais de cinco horas de jogo, com o clima variando do sol forte à chuva, em alguns momentos, o quarteto formado por Márcio de Castro, Luiz Guilherme de Castro, Deivid Oliveira e Edvaldo Cajá levantou o troféu de campeão

"A conquista, para nós, foi muito importante. Estava jogando eu com meu filho e o Edvaldo com o filho dele. Ou seja, fizemos um jogo em família. Foi uma vitória suada, mas muito emocionante", explicou Márcio. 

E a competição foi emocionante. As 16 equipes que participaram do torneio estava em um alto nível. Prova disso é que os resultados foram parelhos. Para definir o campeão, foi necessário ainda um playoff, entre os times da ArcelorMittal, Casa do Pão e Mundial Petróleo, onde quem "matasse" um buraco com menos tacadas, seria considerado campeão. E foi aí que o quarteto brilhou.

"O playoff foi muito difícil. Tivemos que jogar o último buraco três vezes. Quem jogou para nós foi o Deivid. Com muito esforço ele conseguiu superar a pressão e ganhar. E olha que ele só tem 14 anos", contou Luiz Guilherme.

A competição teve início às 7h30 da manhã. Pouco tempo depois, por volta de 9h, o sol forte começou a incomodar os golfistas que estavam presentes no Clube Capixaba de Golfe, na Serra. A chuva chegou entre 10h30 e 10h45. Com alguns raios caindo próximo do campo, foi pensada a possibilidade de paralisar o torneio até que o tempo melhorasse. Mas, São Pedro colaborou, a chuva passou, e a competição continuou normalmente. 

Matheus Brum

Equipe da Mundial Petróleo, representada por Cairo Ottaiano, Rafael Ottaiano, Henrique Sousa e Maurício Camatta, ficou com o 2º lugar da categoria Gross

Matheus Brum
Matheus Brum
Matheus Brum
Matheus Brum
Matheus Brum
Matheus Brum

Se sagra vencedor o time que colocar a bolinha nos nove buracos do campo com menos tacadas. Cada equipe joga duas vezes no mesmo buraco, totalizando 18 ao todo. A Casa do Pão precisou de 63 tacadas para completar o circuito. No playoff, o quarteto se sagrou campeão. 

O segundo lugar ficou com Mundial Petróleo, que também completou o circuito com 63 tacadas, mas no desempate, perdeu para a Casa do Pão. Já em terceiro, ficou a ArcelorMittal.

Confira a classificação final (Categoria Gross)

1º - Casa do Pão - 63

2º - Mundial Petróleo - 63

3º - ArcelorMittal - 63

4º - Hospital de Olhos - 64

5º - Líquido - 66

6º - Clube Melissa - 67

7º - Ethier Empreendimentos - 67

8º - Marca Ambiental - 68

9º - Vitória Industrial - 68

10º - Viabilize - 68

11º - Vila Betume - 69

12º - Metal Nobre - 69

13º - Bzamp Logística - 69

14º - Evolução Veículos - 70

15º - W-Net Tellecom - 70

16º - Grupo Pontal LTDA - 72

Foto: Matheus Brum
O quarteto da ArcelorMittal, formado por Benjamim Baptista, Bernardo Baptista, João Gabriel Baptista e Jardel Ferreira, conquistaram o título da categoria Net

Na categoria Net, ArcelorMittal se sagra campeã

Ao contrário da categoria Gross, na Net, há um cálculo a ser feito para definir o vencedor. Pega-se o número de tacadas que a equipe deu para completar o circuito. Depois, subtrai 70 - um número fixo nas regras do golfe. Do resultado, subtrai o número de handicap do time. Handicap é o nível dos atletas. Varia de 0 a 36, onde mais próximo de zero significa que melhor é o atleta. Como cada equipe é composta por quatro golfistas, faz uma média aritmética para chegar o handicap da equipe (em caso de número fracionado, arredonda-se). 

Na categoria Net, o grande vencedor foi a equipe da ArcelorMittal. Eles completaram o circuito com 63 tacadas. Subtraindo os 70 pontos, eles chegaram a -7. Depois, subtraindo o handicap - que deles era 4 - chega-se à pontuação final de -11. Por isso, ficaram com o troféu de campeão. 

"Esse torneio tinha muita gente, 64 jogadores. Muito competitivo, com todo mundo querendo jogar. Porém, é um torneio muito amigável, agradável, com as equipes interagindo umas com as outras. O jogo foi ótimo. O dia estava agradável. Foi tudo muito bom", afirmou Benjamim Baptista, um dos integrantes da equipe da ArcelorMittal.

Confira a classificação final (Categoria Net)

1º - ArcelorMittal - -11

2º - Casa do Pão - -10

3º - Mundial Petróleo - -10

4º - Hospital de Olhos - -9

5º - Líquido - -8

6º - Ethier Empreendimentos - -8

7º - Vila Betume - -7

8º - Marca Ambiental - -7

9º - Clube Melissa - -7

10º - W-Net Tellecom - -6

11º - Viabilize - -6

12º - Bzamp Logística - -5

13º - Vitória Industrial - -5

14º - Evolução Veículos - -4

15º - Grupo Pontal LTDA - -4

16º - Metal Nobre - -3

Sobre o 3º Torneio Empresarial do Circuito Rede Vitória de Tênis

O 3º Torneio Empresarial reuniu 64 atletas, representando 16 empresas diferentes, e foi disputado no Clube Capixaba de Golf, que fica na Rua das Gardênias, número 45, no bairro Cascata, na Serra. A competição contou com a cobertura da Rede Vitória através dos programas jornalísticos da TV Vitória/ Record TV, do jornal online Folha Vitória e da divulgação do torneio na rádio Jovem Pan Vitória.

Pontos moeda