Esportes

Coritiba empata com Operário e tem vaga ameaçada no G4 da Série B

Os mais de 20 mil torcedores que foram ao estádio Couto Pereira na noite desta quinta-feira viram um resultado que não agradou a ninguém. Em confronto direto pelo G4, Coritiba e Operário ficaram no empate sem gols, em jogo válido pela 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Apesar de ter um jogo a menos que os demais - enfrenta o Cuiabá, na próxima terça-feira -, o Coritiba corre o risco de deixar o G4, a zona de acesso à primeira divisão. Invicto há cinco jogos, o time tem 48 pontos e pode ser ultrapassado pelo América-MG, com 47.

Por outro lado, o Operário chegou ao quarto jogo seguido sem derrota e segue na briga por uma vaga no G4. Mas perdeu a chance de encostar no próprio Coritiba. O time de Gerson Gusmão tem 44 pontos e é o oitavo colocado.

Diferente do que muitos imaginavam, quem começou a partida em cima foi o Operário, que assustou em chute de Índio. A bola passou raspando a trave de Alex Muralha. O Coritiba foi se soltando aos poucos e criou boas oportunidades, mas as finalizações de William Matheus e Rodrigão saíram pela linha de fundo.

Empurrado pela torcida, o Coritiba voltou mais ligado do intervalo. Rodrigo Viana fez um milagre ao defender chute à queima-roupa de Rodrigão. Aos 18, Giovanni soltou a bomba de longe e o goleiro do Operário voltou a trabalhar. O alvinegro paranaense era encurralado em seu campo.

Nos minutos finais, o mandante tentou de todas as formas e chegou a assustar em cabeceio de Sabino pela linha de fundo. No final, o empate sem gols irritou a torcida, que vaiou o time.

Em partida atrasada pela 24ª rodada, o Coritiba enfrenta o Cuiabá, na próxima terça-feira, às 22h30, na Arena Pantanal, no Mato Grosso. Já o Operário volta a campo na sexta, contra o Atlético-GO, às 20h30, no Germano Krüger, em Ponta Grossa, pela 32ª rodada.

FICHA TÉCNICA:

CORITIBA 0 x 0 OPERÁRIO

CORITIBA - Alex Muralha; Diogo Mateus, Romércio, Sabino e William Matheus; Matheus Sales, Juan Alano e Thiago Lopes (Giovanni); Rafinha (Igor Jesus), Robson e Rodrigão (Kelvin). Técnico: Jorginho Campos.

OPERÁRIO - Rodrigo Viana; Maílton, Edson Borges, Alisson e Peixoto; Jardel, Indio, Cléo Silva (Cleyton) e Marcelo; Lucas Batatinha (Bruno Batata) e Felipe Augusto (Uilliam). Técnico: Gerson Gusmão.

ÁRBITRO - Leonardo Ferreira Lima (PR).

CARTÕES AMARELOS - Matheus Sales e Rafinha (Coritiba); Índio e Rodrigo Viana (Operário).

RENDA - R$ 229.598,00.

PÚBLICO - 20.758 pagantes.

LOCAL - Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

Pontos moeda