Esportes

Desfalcado, Avaí tenta quebrar série de cinco tropeços seguidos contra o Inter

Redação Folha Vitória

Após perder o técnico Alberto Valentim para o Botafogo, o Avaí se vê obrigado a conviver com os inúmeros desfalques para a sequência do Campeonato Brasileiro. O lateral Iury é o novo integrante do departamento médico. Ele passará por uma cirurgia no joelho e ficará fora da equipe por cerca de um mês. Além dele, seguem vetados para o duelo contra o Internacional nesta quinta-feira, às 19h15, na Ressacada, pela 26ª rodada,o lateral Alex Alves, o meia Pedro Castro, além dos atacantes Jonathan e Daniel Amorim.

Com isso, o treinador terá de quebrar a cabeça para superar os desfalques. Contra o Inter, Evando Camillato deverá repetir o mesmo time que acabou sendo derrotado pelo Ceará, por 1 a 0, no Castelão. A principal dúvida é no setor ofensivo da equipe. Existe a possibilidade de Gabriel Lima aparecer entre os titulares.

A preocupação se baseia nos números do Avaí. O time catarinense tem apenas 13 gols marcados, em 25 partidas disputadas, o pior ataque do Brasileirão, e aparece como a pior campanha entre os mandantes, com dez pontos conquistados, sendo uma vitória, esta diante do Atlético Mineiro, por 1 a 0.

"Assumi essa responsabilidade e vou dar minha cara à equipe. Mostrei para eles que precisamos ser mais ofensivos, buscar mais o o gol, querer a vitória. Assumo essa chance e quero ajudar para trazer vitórias. Não quero saber como vai terminar. Vim para cá para vencer, agora quero vencer o Internacional", disse o treinador.

O treinador ainda fez uma breve análise do que esperar do Inter. "É um time grande, até pouco tempo estava disputando a final da Copa do Brasil. Mas vamos atuar dentro de casa e precisamos nos impor. Esperamos conquistar um grande resultado", concluiu.

O Avaí tem 17 pontos e precisa vencer para não se afundar ainda mais dentro da zona de rebaixamento.

Pontos moeda