Esportes

Ponte Preta encara o Vitória na Série B em meio à crise política

Em meio a especulações e rumores nas redes sociais, o diretor de marketing da Ponte, Eric Silveira, renunciou no final da tarde da última quinta-feira (24)

Estadão Conteúdo

Redação Folha Vitória
Foto: Reprodução / Instagram

Não bastasse a irregularidade do time da Ponte Preta na Série B do Campeonato Brasileiro, o clima nos bastidores do clube estão fervendo. Em meio a especulações e rumores nas redes sociais, o diretor de marketing da Ponte, Eric Silveira, renunciou no final da tarde da última quinta-feira (24).

Para um grupo de conselheiros que são contrários à atual administração, existe uma série de irregularidades no clube na área financeira. Algumas acusações foram lançadas nas redes sociais e um áudio com uma possível negociação entre Eric Silveira e um fornecedor teriam sido o estopim para a sua saída. De manhã, a assessoria de imprensa divulgou uma extensa explicação sobre o caso, garantindo que a direção fez um boletim de ocorrência numa delegacia da cidade contra o denunciante, de identidade ainda não confirmada.

À tarde, o dirigente entregou o cargo alegando compromissos pessoais. "Em virtude de meu projeto pessoal de terminar o MBA no exterior e de uma outra posição profissional corporativa que não me deixará tempo de cuidar das coisas da Ponte, já planejava deixar o cargo no ano que vem", revelou, ao site oficial do clube. E completou: "No entanto, por causa desta onda de denuncismo infundado que tomou conta da internet, resolvi antecipar minha saída para reduzir um pouco o tumulto de politicagem no qual o time foi envolvido por interesses escusos de terceiros", desabafou Silveira.

Na segunda-feira, o próprio presidente José Armando Abdalla foi vítima de uma agressão moral e física na frente do estádio Moisés Lucarelli. Ele teria sido cercado por um grupo de torcedores, pedindo a sua renúncia.

Neste clima tenso, o técnico Gilson Kleina tenta armar o time para o jogo contra o Vitória, domingo à tarde, em Campinas, no encerramento da 31ª rodada. Ele pretende manter a mesma base usada nos últimos jogos, podendo, no entanto, testar alguma mudança no coletivo previsto para esta sexta-feira. Com 41 pontos, em posição intermediária na tabela, a Ponte Preta parece sem forças para entrar na briga pelo acesso.

Pontos moeda