Após polêmicas, Desportiva comunica a saída do treinador argentino Leonardo Samaja

Esportes

Após polêmicas, Desportiva comunica a saída do treinador argentino Leonardo Samaja

O agora ex-técnico da Locomotiva Grená pediu o desligamento do clube nesta quarta-feira após polêmica com a torcida no jogo do último domingo

Foto: Reprodução/Desportiva

Fim da linha para o treinador da Desportiva Ferroviária. Após pouco mais de dois meses no comando, o clube capixaba comunicou a saída do treinador argentino Leonardo Samaja na noite desta quarta-feira (13) por meio de suas redes sociais.

O técnico foi quem pediu o desligamento do cargo no comando da Locomotiva Grená após desentendimento com a torcida do clube.

Apesar do bom trabalho que vinha fazendo frente a equipe de Jardim América, o técnico teve um episódio polêmico com a torcida no último domingo, na derrota diante do Aster Brasil, no Engenheiro Araripe, pela 5ª rodada da Copa Espírito Santo 2021.

Ao final da partida que decretou a primeira derrota da equipe sob o comando do argentino, os torcedores relataram que ele fez gestos obscenos em direção ao público presente no estádio.

Em nota, o clube informou que a atitude do treinador foi uma reação em resposta a um episódio de xenofobia reincidente e que foi direcionado apenas para uma pessoa. A Desportiva ainda afirmou que estaria trabalhando para identificar o indivíduo. Apesar do informe, torcedores da Locomotiva Grená se revoltaram na postagem. Confira na íntegra.

Léo Samaja deixa a Desportiva Ferroviária após pouco mais de dois meses. No período frente à equipe, ele dirigiu o time em apenas cinco partidas oficiais, todas pela Copa ES 2021. Nestas ele conquistou três vitórias, um empate e uma derrota. 

Além disso, o time marcou dez gols, sofreu três e ocupa a vice-liderança do grupo B da competição estadual, dentro do G4 que classificaria a equipe para as quartas de final da Copa Espírito Santo.