Atlético Nacional avança e vai pegar o São Paulo

Esportes

Atlético Nacional avança e vai pegar o São Paulo

Redação Folha Vitória

Trujillo - Batido nas quartas de final da edição 2013, o Atlético Nacional está de volta no caminho do São Paulo na Copa Sul-Americana. A equipe colombiana de Medellín avançou à semifinal ao vencer também o jogo de volta contra o peruano César Vallejo, por 1 a 0, na madrugada brasileira desta quinta-feira, repetindo o resultado da primeira partida.

O jogo em Trujillo foi tenso, com dois jogadores expulsos, um de cada lado - primeiro saiu Cardoza, do César Vallejo, depois Mejía, do Atlético Nacional. Quando cada time já estava com 10 jogadores, os visitantes abriram o placar. Cardona recebeu nas costas da zaga e bateu cruzado, matando o confronto - a 11 minutos do fim, os peruanos precisavam de três gols.

Pelo que informa a tabela publicada nos sites da Conmebol e da Copa Sul-Americana, o São Paulo receberá o Atlético Nacional na partida de volta, provavelmente em 26 de novembro. A ida, na Colômbia, está agendada para o meio da próxima semana - possivelmente no dia 12, quarta-feira - no Estádio Atanasio Girardot. Neste jogo, o time brasileiro não terá Alvaro Pereira, à serviço da seleção uruguaia.

Assim, o São Paulo segue com a sua maratona. Joga domingo em Salvador, contra o Vitória, vai a Medellín pegar o Atlético Nacional e, no outro fim de semana, faz clássico contra o Palmeiras, no Morumbi. Ainda pelo Brasileirão pega o Inter (em casa) e o Santos (Vila Belmiro) antes de receber o Atlético Nacional.

A equipe de Medellín é a atual tricampeã colombiana, tendo vencido o Clausura e o Apertura em 2013 e o Apertura deste ano. Com 14 títulos no total, briga para se isolar como maior campeã do país. No sexto lugar do Clausura, faz mais um jogo pela fase de classificação para avançar às quartas de final. Caso siga vivo no Campeonato Colombiano, o Atlético Nacional vai estar jogando decisões em duas frentes quando pegar o São Paulo.

Os dois times já se enfrentaram nas quartas de final da Copa Sul-Americana do ano passado. O São Paulo venceu por 3 a 2 em casa (dois gols de Antonio Carlos, sendo um deles nos acréscimos, e outro de Jadson) e depois segurou o empate sem gols na Colômbia. Na ocasião, o time de Muricy Ramalho avançou para ser eliminado pela Ponte Preta nas semifinais.

Desta vez, a Copa Sul-Americana tem uma importância especial para o São Paulo. Afinal, jogar a decisão do torneio significa adiar, pelo menos por alguns dias, a aposentadoria de Rogério Ceni. O último jogo do Brasileirão é contra o Sport, no Recife, mas a decisão dos torneio continental acontece depois disso.

Os semifinalistas da outra chave da Sul-Americana serão decididos nesta quinta-feira, com possibilidade de clássico histórico. O River Plate recebe o Estudiantes depois de vencer por 2 a 1 em La Plata. Já o Boca Juniors ganhou em Buenos Aires por 1 a 0 e joga pelo empate contra o Cerro Porteño, no Paraguai.