Force India mantém esperanças de bater McLaren na F1

Esportes

Force India mantém esperanças de bater McLaren na F1

Redação Folha Vitória

São Paulo - A esperança da Force India de terminar o Mundial de Construtores da Fórmula 1 na quinta colocação e à frente da McLaren sofreu um revés no último fim de semana, quando os seus dois pilotos, o mexicano Sergio Perez e o alemão Nico Hulkenberg, abandonaram o GP dos Estados Unidos. A equipe, porém, garantiu que não desistiu da meta, mesmo com a vantagem de 24 pontos da McLaren.

O chefe da equipe Force India, Vijay Mallya, continua otimista e destacou que ainda estão 75 pontos em disputa, pois a pontuação será dobrada na última prova, o GP de Abu Dabi. "Temos o dobro de pontos na última corrida e isso pode virar tudo de novo, por isso vamos continuar lutando até o fim", disse.

Enquanto se prepara para as duas corridas finais, a Force India também traça as estratégias para o próximo campeonato. Depois de renovar o contrato do alemão Nico Hulkenberg, Mallya garante também estar interessado em manter o mexicano Sergio Pérez. "Estou feliz com os dois e gostaria de mantê-los", disse o dirigente.

As ausências de Caterham e Marussia do GP dos Estados Unidos e do GP do Brasil, que será realizado neste fim de semana em São Paulo, deixaram o grid da Fórmula 1 com apenas 18 carros. A situação levantou a ideia das equipes terem um terceiro carro, mas a Force India se opõe ao plano.

"Eu não concordo com a teoria do terceiro carro. Vamos dizer que se você tivesse três carros da Mercedes em Austin o pódio teria sido Mercedes-Mercedes-Mercedes. Isso não é bom para a Fórmula 1", afirmou.