'Francês' marca no fim e Portugal vence a Argentina

Esportes

'Francês' marca no fim e Portugal vence a Argentina

Redação Folha Vitória

Manchester - Raphaël Guerreiro mal sabe falar o português, mas deu uma grande alegria a Portugal nesta terça-feira. Afinal, nos acréscimos do segundo tempo, o jovem lateral-esquerdo nascido e criado na França fez o gol da vitória da seleção lusitana sobre a Argentina, por 1 a 0, definindo pró Cristiano Ronaldo o duelo com Messi em Manchester, na Inglaterra.

A trema em cima do nome não deixa dúvidas de que o garoto não é português. Ele nasceu no subúrbio de Paris e nunca jogou por clubes que não franceses. Quando começou a aparecer pelo Lorient, ganhou chance na seleção sub-21 de Portugal, passando a defender o país do seu pai - a mãe é francesa. A estreia pela equipe principal aconteceu na terça-feira, diante da Armênia.

Aos 20 anos, marcou pela primeira vez por Portugal aos 47 minutos do segundo tempo, numa falha da zaga argentina, que deixou o lateral livre no meio da área para cabecear o cruzamento da direita, vindo dos pés de Ricardo Quaresma.

O ponta havia entrado no intervalo, no lugar de Cristiano Ronaldo, mais interessado em se poupar no último amistoso de Portugal da temporada do que duelar diretamente com Messi. O craque argentino, aliás, também foi embora depois do primeiro tempo e não chegou a jogar lado a lado com Tévez, seu suposto desafeto, que entrou durante a segunda etapa.

OUTROS JOGOS - Também nesta terça-feira, em Gênova, a Itália jogou para o gasto e venceu a Albânia por 1 a 0. Estreando pela seleção tetracampeã do mundo, o atacante Okaka, da Sampdoria. O jogador entrou no segundo tempo, para fazer sua primeira partida pela Itália, e marcou a 8 minutos do fim.

Em Dublin, uma zebra. A ascendente Irlanda goleou os Estados Unidos por sonoros 4 a 1, com gols de Pilkington, Brady (duas vezes) e McClean. Diskerud fez o gol dos norte-americanos. Com Lewandowski no comando do ataque, a Polônia ficou no 2 a 2 com a Suíça, em casa.

A Rússia de Fabio Capello foi até Budapeste para ganhar da Hungria por 2 a 1, enquanto a Romênia ganhou de 2 a 0 da Dinamarca em casa. Ucrânia e Lituânia ficaram no 0 a 0 em Kiev, enquanto a Letônia fez 1 a 0 na Jordânia em Tallinn.