Levir diz que torcida treinou Atlético em vitória

Esportes

Levir diz que torcida treinou Atlético em vitória

Redação Folha Vitória

Belo Horizonte - Vitórias épicas parecem ter virado rotina para o Atlético Mineiro. Nesta quarta-feira à noite, no Mineirão, o time alvinegro repetiu, contra o Flamengo, o que fizera diante do Corinthians. Perdendo por 1 a 0, buscou a virada até 4 a 1, exatamente o resultado necessário para avançar à final da Copa do Brasil.

Depois da partida, o técnico Levir Culpi foi todo elogios à torcida atleticana, que mais uma vez fez valer sua fama de empurrar o time. "Quem treinou o Atlético foi o torcida. Perdíamos o jogo, seguraram bem, não vaiaram ninguém. Incrível a fé e como eles acreditaram. Jogaram o time para cima. Você como jogador numa hora dessas dá a vida", analisou o treinador.

Levir, como de praxe, foi modesto ao falar do jogo. Para eles, além da torcida, os jogadores merecem todos os méritos pelo resultado. "Nesse momento, o técnico deve falar pouco porque todo mundo viu. O empenho dos jogadores foi uma coisa fora do normal e o grito de fora para dentro dos torcedores acreditando, foi assim uma empatia, uma fusão que o Flamengo não conseguiu conter", afirmou.

Sobre o jogo em si, disse que o Flamengo aceitou as investidas do Atlético e que seu time soube aproveitar as chances criadas. "O Flamengo procurou defender e puxar o contra-ataque, uma estratégia que não era errada, era bem lógica, e nós tínhamos que expor o time, e estamos acostumados a jogar assim, ofensivamente. Aproveitamos a oportunidades e foram criadas muitas também."

A final, na análise de Levir, será contra um time melhor tecnicamente. Mas o Atlético, para ele, conta com uma raça extra. "Estamos encontrando luz em uma situação muito difícil. Estamos saindo de uma situação difícil para jogos épicos. Coisas muito estranha de explicar. É uma situação que não nos dá favoritismo. O time deles tem uma coordenação melhor que o nosso, mas o nosso tem o sangue o mata-mata. O Cruzeiro tem time mais bem treinado, mas eles vão enfrentar o Atlético e nós somos capazes de fazer o que fizemos hoje (quarta)."