• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Oeste bate Náutico e se garante fora da zona da degola

Esportes

Oeste bate Náutico e se garante fora da zona da degola

Itápolis (SP) - O Oeste se garantiu por mais uma rodada fora da zona de rebaixamento com a vitória, por 2 a 0, diante do Náutico, nesta terça-feira, no estádio dos Amaros, em Itápolis (SP), pela 36.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Os gols foram marcados por João Denoni e Wagninho.

Com o resultado, o Oeste já soma quatro jogos de invencibilidade e vai para os 45 pontos, se distanciando assim da zona de rebaixamento. O Náutico, por sua vez, não tem mais chances de conquistar o acesso e fica no meio da tabela de classificação com 49.

A partida começou quente com os dois times criando chances de gol. O time paulista resolveu partir para o ataque e abriu o marcador aos 13 minutos. João Denoni recebeu da entrada da área e arriscou o chute. A bola desviou na defesa e enganou o goleiro Júlio Cesar. Em seguida, o arqueiro fez mais uma grande defesa em mais um chute de Cristiano.

O Oeste voltou para a segunda etapa com a intenção de matar o jogo e conseguiu. Aos dois minutos, Lelê achou Ezequiel dentro da área. O lateral tocou na saída do goleiro e mandou na trave. A bola sobrou nos pés de Wagninho, que colocou no fundo das redes.

Após o gol, jogadores do Oeste se envolveram em uma pequena confusão com os visitantes. O arbitro expulsou Jefferson Paulista, de um lado, e Paulinho, do outro, controlando o jogo. Com 10, o time paulista recuou. O clube pernambucano tentou sair para a pressão, mas não conseguiu furar o bloqueio do adversário.

Nas últimas duas rodadas, o Oeste vai sair contra o Boa, neste sábado, em Varginha (MG), e fechar a temporada em casa diante do Joinville. O Náutico visita o América-RN nesta sexta, na Arena das Dunas, em Natal, e depois recebe a Ponte Preta.

FICHA TÉCNICA

OESTE 2 x 0 NÁUTICO

OESTE - Anderson (Paes); Ezequiel, Halisson, Daniel Gigante e Dênis; Dionísio (Leandro Mello), João Denoni e Jeferson Paulista; Lelê, Wagninho e Cristiano. Técnico: Roberto Cavalo.

NÁUTICO - Júlio César; Neilson, Renato Chaves, Luiz Alberto e Gaton Filgueira; João Ananias, Paulinho e Cañete (Leleu); Sassá, Bruno Furlan (Raí) e Marinho (Crislan). Técnico: Dado Cavalcanti.

GOLS - João Denoni, aos 13 minutos do primeiro tempo; Wagninho, aos 2 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - João Denoni, Cristiano e Wagninho (Oeste); Neilson, Cañete e Renato Chaves (Náutico).

CARTÕES VERMELHOS - Jeferson Paulista (Oeste); Paulinho (Náutico).

ÁRBITRO - Bruno Arleu de Araújo (RJ).

RENDA - R$ 7.540,00.

PÚBLICO - 491 pagantes.

LOCAL - Estádio dos Amaros, em Itápolis (SP).