Após 'cala-boca' à torcida, Michel Bastos pede desculpas no São Paulo

Esportes

Após 'cala-boca' à torcida, Michel Bastos pede desculpas no São Paulo

Redação Folha Vitória

São Paulo - O São Paulo não teve qualquer dificuldade para vencer o Sport por 3 a 0, no último sábado, mas ainda assim o clima esquentou no Morumbi. Revoltado com as vaias a alguns jogadores da equipe, Michel Bastos desabafou após marcar o terceiro gol e levou o dedo à boca, pedindo para a torcida calar a boca. O gesto repercutiu negativamente entre os são-paulinos e neste domingo, o meia aproveitou para se desculpar.

"Quero me desculpar com o torcedor do São Paulo que se sentiu desrespeitado pelo que fiz ontem no Morumbi. Errei ao fazer o gesto de silêncio, nada justifica isso, mas foi uma reação desmedida que acabei tendo por não concordar com quem vai ao estádio vaiar a própria equipe. Já aconteceram situações parecidas anteriormente e eu consegui lidar bem, mas acabei explodindo dessa vez e tendo essa atitude que, reitero, não é a correta", explicou em nota divulgada pela assessoria de imprensa.

Apesar de admitir o erro, Michel deu a entender que não concordou com as vaias da torcida. Os cerca de 14 mil são-paulinos que foram ao estádio demonstraram a insatisfação com a equipe por conta dos resultados recentes e, principalmente, pela queda nas semifinais da Copa do Brasil.

"Seria hipocrisia dizer que não ligo quando acontece esse tipo de situação em campo. Infelizmente não consigo, ainda mais por ter a consciência limpa de que nunca faltou empenho e comprometimento da minha parte. Mas, como falei, não foi a melhor maneira de expor meu descontentamento. Reconheço isso e peço desculpas novamente a todos que se sentiram atingidos", completou Michel.